Expressão verbal das emoções

Expressão verbal das emoções
Diferentemente dos animais, nós dispomos de uma forma de expressar o que vai na nossa alma: as palavras. É óbvio que, sendo a emoção um fenômeno com importante componente corporal, as palavras por si só não bastam para comunicá-las. Mas certamente são auxiliares valiosos.
Mas, infelizmente, somos condicionados, desde cedo, a não falar sobre o que sentimos, principalmente se esse sentimento for percebido como algo que nos inferioriza. Tudo pode estar minado por dentro, mas deve-se fazer todo o esforço do mundo para se exibir uma fachada de normalidade.
Confessar medos e fraquezas é visto como perigoso para o prestígio pessoal e pode parecer um sinal de insegurança. Paradoxalmente, são justamente as pessoas mais seguras e confiantes que têm menor receio de confessar seus temores e falhas.
Uma das mais antigas descobertas da humanidade indica que o ato de confessar o que sentimos é bom para o corpo e para a alma.
A tristeza compartilhada e a dor revelada diminuem as tensões geradas pela angústia e pelas perdas. Mas a importância e o benefício de falar sobre os sentimentos não se restringe apenas à dor. É necessário também externar e compartilhar as coisas boas.
Enfim, a questão é que a repressão das emoções e de sua expressão verbal não pode ser seletiva; deve-se “pôr para fora” todos os sentimentos; falar o que realmente se sente, reagir, sentir e externar afeto ou mágoa.
Se a emoção não se libera, agarra-se aos órgãos, perturbando seu funcionamento. O desgosto que se pode exprimir por gemidos e lágrimas é rapidamente esquecido; já o sofrimento mudo remói incessantemente o coração e termina por abatê-lo.
(Dr. Marco Aurélio Dias da Silva, no livro "Quem ama não adoece")

Libere seus sentimentos e tenha um coração feliz!


Expressão verbal das emoções Expressão verbal das emoções Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on agosto 05, 2010 Rating: 5
18 comentários:
  1. Dú,meu amigo.O texto contém grande verdades...aprendi desde cedo que quem não verbaliza seus sentimentos adoece mais,pois quando guardamos só para si certas angustias fazemos nosso coração sofrer,o que pode acarretar uma série de outras disfunções.Por essa razão nada melhor do que confessarmos nossas dores,tirando de nós todo o peso que elas possuem e compartilhar com alguém querido,o sentimento de companheirismo e confiança.Adorei o texto.Lhe desejo uma ótima noite.
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Dú, meu querido amigo!
    Eu tenho esse livro e realmente ele nos ensina muito sobre o valor da verbalização dos sentimentos. Nesse livro ele mostra várias doenças, cujas origens são provenientes da repressão de sentimentos. Publiquei um post chamado "Verbalize as Suas Emoções", onde cito o mesmo trecho que você. Sintonia de amigos...rsrs
    Grande publicação, meu amigo! Parabéns por selecioná-la.
    Grande beijo,
    Jackie

    ResponderExcluir
  3. Olá Du
    q post interessante
    mas sabes q eu tenhu grande dificuldade
    de demostra minha fraquesas
    acho q elas favorecem a quem não me adimiras
    tipo chora aos olhos dos outros jamais nunca
    nem em sonho
    cada coisa naum
    mas fui assim desde de criança
    acho q mudar nesta vida naum vai dar
    ovo ter q deixar pr proxima
    mas em relação a algo q me encomode aaaaaaaaa
    ai eu rasgo o pacote do leite falo mesmo
    sem papas na lingua
    povo aki diz q oso muito caruda kkkkkkk
    adorei a leitura
    bjim

    ResponderExcluir
  4. Olá Luís Eduardo Pirollo!

    Muito boa postagem do autor referido, tenho uma postagem em meu site que diz sobre:
    'Compartilhe Seus Conflitos e poderá Conhecer o Milagre da Libertação, pelo Retorno da Confiança perdida pelos Desencontros Internos!' se puder visite! Parabéns pela escolha.

    Compartilhe Seus Conflitos

    Um abraço,
    "Todo o Conhecimento é Luz que Inspira a Alma" -*Vera Luz*-

    ResponderExcluir
  5. Oi Du,

    Estou conhecendo seu blog agora e adorando...

    Muito interessante esse seu texto.

    Confesso que tenho uma certa dificuldade nesta área. Mas não por questões de defesa ou para tentar me mostrar melhor do que sou.

    Apenas procuro evitar, sempre que possível, de me tornar um ônus a mais para meus semelhantes. Principalmente neste nosso mundo, onde existem tantos para falar e tão poucos para ouvir. Tantos que passam pela vida numa solidão "acompanhada". Então optei pelo lado dos que ouvem.

    Acho que tudo nesta vida pede equilíbrio. Pessoas que colocam para fora o tempo todo, seus problemas e desconfortos, penso que tendem a criar um ambiente difícil tanto para elas como para os que a cercam.

    Sem duvída, desabafar faz um bem danado, e pontualmente também me dou ao direito de fazer isso. Caso contrário a gente somatiza mesmo. Mas olhando a vida vejo tantas bênçãos e tão pouco a reclamar...

    Cultivar a alegria me parece o melhor caminho. Optei pelo riso, sempre que possível...

    E as dores e os sofrimentos a gente cura com amor e solidariedade...

    Nossa, para uma primeira visita, acho que exagerei...

    Texto maravilhoso...

    Abs

    Denize

    ResponderExcluir
  6. Pirollo,o ato de desabafar é extremamente importante para a manutenção de nosso equilíbrio emocional; o compartilhar emoções, boas ou más, é uma necessidade humana. Ocorre que nem sempre podemos contar com o outro para nos ouvir, nos acalentar. Acredito então, que é aí que entra a comunicação virtual, que nos faz um bem danado, tanto que passamos horas a fio on line, como faço agora...
    Parabéns pelo seu blog, com postagens sempre maravilhosas!
    BEIJOSSSSS

    ResponderExcluir
  7. Pirollo,
    Um texto enriquecedor, e muito brilhante.
    Não devemos ocultar nossos sentimentos por qualquer motivo que seja, pois acredito que quando demonstramos nossos sentimentos, aliviamos a nossa dor, e aumentamos o nosso amor.
    Parabéns pela postagem.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Du... Se, eu fosse comentar o texto, farei por completo. Concordo com cada palavra. Parabéns pela escolha.

    ResponderExcluir
  9. Olá Du,
    Saudades de poder estar entre voces, mas com o retorno das aulas o tempo dificulta, mas sempre que posso dou uma olhada.
    Acredito que uma das coisas mais difíceis de lidar neste momento planetário está relacionada com a quantidade de sentimentos que brotam de nosso interior. Precisamos liberar os sentimentos negativos que trazemos, precisamos lançar para fora tudo que está armazenado, que nos faz mal.
    Meu carinho

    ResponderExcluir
  10. @Cecília
    Minha querida amiga Cecília, fico sempre muito feliz com seus maravilhosos comentários, vem sempre de encontro ao proposto e enriquecendo a mensagem! Minha amiga, quando dividimos as alegria, multiplicamos a nossa felicidade... quando dividimos os nossos erros e tristezas, diminuímos o peso do coração e da alma, provocamos um alivio interior. Fico muito grato e feliz com sua maravilhosa presença. Tenha também uma excelente noite, regada de muitas alegrias!!! Beijos e muita paz em seu caminho!!!

    ResponderExcluir
  11. @Jackie Freitas
    Minha querida amiga Jackie, que bom que estamos em sintonia por um sentimento tão nobre como a amizade, um amor fraterno que enobrece e abrilhanta a alma, fique muito feliz!!! Já pensou como seria maravilhoso se todos os povos do mundo estivessem ligados por este sublime sentimento, seria o verdadeiro mundo, onde reinaria somente a paz e a felicidade. Quando dividimos as alegrias provocamos um aumento da felicidade e quando dividimos os problemas e as tristezas diminuímos as dores. Como diz o ditado: é sempre bom reforçar e relembrar! Fico muito feliz com seu excelente comentário e pela brilhante presença. Grande beijo e muita luz em seu caminho!!!

    ResponderExcluir
  12. @Jucifer
    Oi, minha querida amiga Juci! Sabe, minha amiga, dividir os maus sentimentos como as tristezas e fraquezas nos ajudam muito, provoca uma sensação de alivio e bem estar, e muita das vezes acabamos descobrindo que aquilo que achavamos que era fraqueza na realidade não passava de simples medos, e pra que se importar com o que os inimigos vão achar... Já na parte das alegrias não preciso falar nada, você é mestre, espalha felicidade por onde passa, parabéns!!! Fico muito feliz e grato com seu excelente comentário e pela maravilhosa presença. Beijos e muita paz em seu coração!!!

    ResponderExcluir
  13. @-*Vera Luz*-
    Olá, minha querida amiga Vera!
    É verdade, todos os problemas e pedras que vamos encontrando pela caminho nos serve de lição e fazem parte do aprendizado, depois devemos dividir com os demais o que nos serviu de lição. Uma das maneiras de ajudar o próximo é dividindo as tristezas e somando as felicidades. Quando sentimos que o conflito está muito pesado, temos que dividi-lo, caso contrário pode até provocar problemas de saúde da mente. Fico muito feliz e grato por seu excelente comentário e pela brilhante presença! Adorei a frase. Abraços e muita luz em seu caminho!!!

    ResponderExcluir
  14. @blogdacomentarista
    Oi, minha querida amiga Denize!
    Fico muito grato e feliz com a visita a meu Blog e por suas considerações. Em outra oportunidade, fiz uma visita a seu Blog, achei maravilhoso, muito verde dando ênfase à natureza, este maravilhoso presente Divino, registrei lá a minha passagem.
    Neste mundo existem dois tipos de pessoas, as que tem necessidade de falar, dividir os sentimentos com alguém, são mais fracas espiritualmete, não conseguem diluir os seus problemas sozinhas... e as que foram abrilhantadas com a dádiva de ouvir, aconselhar e ajudar, são pessoas mais fortes de espírito destinadas para este fim, já nascem incumbidas desta tarefa, geralmente elas têm sabedoria suficiente para suportar as fraquezas e os problemas que vão surgindo pelo caminho e é tão forte que sobra sabedoria para ajudar os demais... é o seu caso, parabéns!!!
    Muitas pessoas, a maioria, não tem a sabedoria necessária para suportar os seus problemas, necessitam de auxílio dos mais fortes, e alguns ficam tão sobrecarregados que correm severos distúrbios de saúde... Com certeza, o amor e a solidariedade cura qualquer problema. Fico muito grato e feliz com seu excelente comentário e pela brilhante presença. Abraços e muita paz!!! Pirollo

    ResponderExcluir
  15. @Neusa Fiesta
    Minha querida amiga Neusa, adorei o seu comentário! Sim, temos que dividir os maus sentimentos, caso contrário vamos enchendo o coração de sofrimento, com a divisão sentimos um alivio, dividimos a dor. Com certeza, a comunicação virtual é de grande ajuda nesses casos. Obrigado pelas considerações, fico feliz!!! Fico, também, muito grato e feliz com seu excelente comentário e pela brilhante visita! Beijossss e muita luz em seu caminho!!!

    ResponderExcluir
  16. @Estrela de Órion
    Obrigado minha querida amiga Estela! Exatamente, você foi de encontro ao proposto pela mensagem, dividir os sentimentos ruins para que diminuam e dividir os bons para que se multipliquem... Com mais amor no coração vamos espalhar as boas sementes, multiplicando assim os bons sentimentos. Fico muito grato e feliz com seu excelente comentário e pela maravilhosa presença. Beijos e muita luz em seu caminho!!!

    ResponderExcluir
  17. @Célia Regina
    Obrigado, minha querida amiga Célia! Fico muito feliz que tenha gostado do texto, também achei ótimo pra cuidar melhor de nossos sentimentos. Fico muito grato e feliz com sua visita e pelo comentário. Abraços e muita paz!!!

    ResponderExcluir
  18. @Silvana Marmo
    Oi, minha querida amiga Silvana! Percebi que estava afastada, não tivemos mais a sua presença por aqui, também já estávamos com saudades. É sempre uma grande honra tê-la conosco.
    Sim, tenho costume de dizer que quando dividimos os nossos problemas diminuímos o nosso sofrimento... e quando dividimos as nossas alegrias multiplicamos a felicidade... Com certeza, faz muito mal guardar os sentimentos negativos, vamos enchendo o coração de coisas ruins, que acabam fazendo mal. Fico muito grato e feliz com sua presença e com seu maravilhoso comentário. Tenha também o meu carinho e muita paz em seu caminho!!!

    ResponderExcluir