O bem maior...

Só por hoje eu vou me importar menos com o que falam, e fazer mais o que me importa. Vou deixar de lado a amargura e sorrir. Vou sorrir pelas coisas mais simples.
Vou deixar a tristeza trancada no armário da rodoviária, vou jogar fora a chave e vou partir para Shangri-lá, que pode ser aqui mesmo, onde estou.
O meu paraíso é aqui mesmo, não preciso me esconder numa casinha branca distante, nem fugir para o mato ou lugar remoto, a minha paz está onde eu estou, é dentro de mim que ela habita.
Por isso resolvi deixar a paz invadir a minha vida e ninguém vai roubar isso de mim. A paz que eu conquisto agora, é a certeza de que posso e vou ser feliz, e isso, ninguém vai roubar de mim.
Pois, felicidades são as coisas vindas do interior, as palavras simples, sinceras e significativas. É o sorriso que vem de dentro, e o brilho dos olhos. É achar a poesia do vento, das flores e das crianças.
Felicidade é chorar quando se sentir com vontade e deixar que as lágrimas rolem sem vergonha ou medo de critica. É gostar da vida e viver do sonho.
Felicidade é ser realista sem ser cruel, é acreditar na beleza de todas as coisas. É a gente continuar ser gente em quaisquer situações, mesmo nos momentos de dificuldade.
É a gente ser a gente mesmo com erros e acertos, mas sentindo no coração e na alma, uma vontade incontrolável de ser sempre, sempre um caçador á procura da esperada felicidade.
O segredo está em permitir que teu coração reconheça a felicidade naquilo que teus olhos vêem.

O bem maior... O bem maior... Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on junho 28, 2010 Rating: 5