Nós gravitamos na direção de nossos pensamentos dominantes

Vamos examinar como aquilo que se encontra em sua mente afeta o que acontece em sua vida. Talvez um dos princípios mais importantes com o qual você sempre vai se deparar a respeito de sua mente seja o de que você sempre gravita na direção daquilo que pensa com mais frequência.

Quantas vezes você não se viu exatamente na situação pela qual você disse que não queria passar? Você disse: “se há uma coisa que eu não quero que aconteça... se há uma pergunta que eu não quero que me façam... se há um erro idiota que eu não quero repetir...” E adivinhe o que aconteceu? Aconteceu exatamente tudo o que você não queria.

O princípio aqui é: “pense muito sobre alguma coisa e você atrairá aquilo para si”. Mesmo que você esteja pensando em algo que não quer. Isso acontece porque sua mente se move em direção às coisas, e nunca para longe delas. Essa consciência de como nossa mente funciona nos leva a considerar melhor aquilo que dizemos a nós mesmos e aos outros... porque nossa mente funciona com imagens.

Quando você diz a si mesmo: “eu não quero esquecer meu livro”, você instala na mente a imagem do objeto sendo esquecido.... Já quando você diz: “eu quero me lembrar do livro”, formará uma imagem mental de si mesmo lembrando-se do livro e terá muito mais chance de se lembrar dele. Sua mente simplesmente não pode e não vai funcionar ao contrário de uma ideia.

Assim sendo, quando o treinador de futebol grita para um jogador: “Não erre o pênalti!”, ele está pedindo para ter problemas!... O jogador de tênis que vence os grandes torneios é o jogador que está sempre pensando: “eu quero este ponto. Este é meu!”. Já o indivíduo que perde a partida é aquele que pensa: “É melhor eu não perder este ponto”!

Em poucas palavras: o pensamento positivo funciona porque os pensadores positivos lidam com aquilo que querem. Desse modo, eles gravitam necessariamente na direção de seus objetivos. Pense sempre naquilo que você quer!
(Andrew Matthews, no livro "Seja Feliz")

Nós gravitamos na direção de nossos pensamentos dominantes Nós gravitamos na direção de nossos pensamentos dominantes Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on junho 27, 2010 Rating: 5
13 comentários:
  1. Ai que bacana, fiquei com vontade de ler o livro!
    estou te seguindo aki e no dihitt
    bjs
    www.odiariodasrtalua.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Excelente postagem.
    Eu falava pelos idos de 1997 que estava aguardando ansiosa pelo ano de 2000.
    Havia todo aquele mistério de 2000 não passará. As pessoas me perguntavam a razão de dizer aquilo.
    Eu respondia: Porque em 2000 minha vida vai mudar.
    E mudou mesmo, janeiro me casei, fui morar na minha casa, tive meu primeiro carro, tive meu 1º filho....
    Vou continuar pensando e sentindo coisas boas...
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  3. Pirollo, muitos estudos mostram que nosso subconsciente desconhece a palavra NÂO. Quando dizemos NÂO FAÇA ISSO, é como se dissessemos FAÇA ISSO! Daí, podemos concluir que as frases construídas a partir de uma linha positiva tendem a se tornar verdadeiras. E vez de dizermos: eu não vou conseguir fazer isso, é preferível dizer eu faço isso de forma tranquila...
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Eu cada vez mais acredito nisso. E aproveito para contar algo nesse sentido que vivenciei uma pessoa proxima a mim passou alguns dias numa UTI e o médico nos instruiu a sempre falar positivamente. No lugar de 'não fique nervoso', dizer 'fique tranquilo' e por aí vai. Muito bom o artigo.

    ResponderExcluir
  5. Olá amigo,
    Pensamento positivo e Be Happy.
    Este é o segredo do bem viver.
    Meu carinho

    ResponderExcluir
  6. Oi Pirollo, realmente é por aí....
    Essa é a primeira lição da teoria do poder da mente, poder da atração ....
    abs

    ResponderExcluir
  7. @Ju
    Amiga Jú, obrigado pela visita e por seu excelente comentário, fico feliz que tenha gostado da mensagem. É verdade, nossa palavra tem muita força espiritual. Volte sempre!!! Abraços e muita luz!!! Pirollo

    ResponderExcluir
  8. @Silvana Marmo´
    Olá amiga Silvana! Fico muito feliz com sua visita e com seu comentário. É um grande prazer tê-la conosco! É verdade, pensamento positivo, vida feliz!!! Tenha também o meu carinho e muita paz!!!

    ResponderExcluir
  9. @Ana Lucia Nicolau
    Amiga Ana Lucia, obrigado! Fico muito feliz com sua visita e seu comentário. É um enorme prazer tê-la por aqui, volte sempre!!! Abraços e muita paz!!!

    ResponderExcluir
  10. Isso mesmo, adoro pensamentos positivos!!
    Sempre tem que ser assim!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. @Cla
    Obrigado amiga Clarice, fico feliz com seu comentário e com sua visita. Pensamentos positivos geram sempre uma vida em harmonia e paz. Beijos e muita luz!!!

    ResponderExcluir
  12. Achei o seu texto muito interessante exatamente porque tenho lido muito sobre o assunto. Há dias li um artigo que tem tudo a ver com o seu post. Foi escrito pelo professor Luiz Machado, Ph.D.,
    cientista fundador da Cidade do Cérebro:

    "Em livros de auto-ajuda é muito comum a pregação do pensamento positivo como forma de resolver as dificuldades pessoais; todavia, cientificamente, precisamos deixar claro que o chamado pensamento positivo pode falhar.
    Nós usamos dois recursos para pensar: com palavras ou com imagens mentais. Einstein, por exemplo, declarou que pensava com imagens que ele produzia e reproduzia voluntariamente. O pensamento com palavras pode não corresponder às imagens mentais que estamos produzindo no momento do pensamento. Nós sabemos que são as imagens, e não as palavras, que mexem com nosso sistema glandular. Por exemplo, se falarmos em passar as unhas sobre uma lixa, se produzirmos a imagem mental desse ato, experimentaremos uma sensação de aversão, podendo até sentir arrepios. Outro exemplo: se imaginarmos estar chupando um limão, nossa boca ficará cheia de saliva, mas, se falarmos no limão sem criarmos a imagem mental correspondente, não acontecerá nada. Veja bem, a força da imagem mexeu com o sistema glandular a ponto de as glândulas salivares produzirem mais saliva.

    Quisemos demonstrar acima que são as imagens mentais que têm força e não as palavras que não estejam acompanhadas das imagens daquilo que elas representam.

    Nós, seres humanos, toda vez que falamos em alguma coisa, temos a tendência de imaginar, de criar automaticamente as imagens contrárias dessa coisa; assim, nós podemos pensar positivamente e, ao mesmo tempo, criar imagens mentais contrárias do que pensamos com palavras. Podemos dizer que as palavras são do hemisfério esquerdo do cérebro e as imagens são do Sistema de Autopreservação e Preservação da Espécie (SAPE) / hemisfério direito. Toda vez que houver conflito entre as imagens mentais e as palavras, as imagens ganham. Ora, uma pessoa pode pensar positivamente e, até sem sentir, criar imagens contrárias do que pensou; por isso, é preciso cuidado com o pensamento positivo. As pessoas que dizem ter pensado sempre positivamente e tudo ter dado errado para elas é porque pensaram positivamente com palavras e criaram as imagens mentais contrárias do que pensaram e são as imagens mentais, com forte carga de emoções, que conseguem os resultados. Você consegue aquilo de que cria as imagens mentais com emoção!"

    Um grande abraço...

    ResponderExcluir
  13. @Carlos Roberto de Oliveira
    Amigo Carlos, obrigado pelo excelente comentário e pela visita! Muito bom o texto, veio complementar a mensagem. Sim, temos que cuidar de nossos pensamentos, para que sejam no caminho do bem, já pensou um assassino com pensamento positivo... Abraços e muita paz!!!

    ResponderExcluir