Usufruir da vida é viver em plenitude

Como viver em plenitude?
Todos nós procuramos sempre descobrir um plausível sentido para a vida, algo que a defina melhor ou que possa ser mais concreto. Como usufruir da vida? Acredito que o verdadeiro sentido da vida é viver em plenitude, isto é, viver bem, com alegria, em paz, desfrutando do que a vida nos oferece com responsabilidade e consciência, cumprindo todos os requisitos que equilibram a vida e garantem a harmonia na convivência com sabedoria. Segundo McCandless "É nas experiências, nas lembranças, na grande e triunfante alegria de viver na mais ampla plenitude que o verdadeiro sentido é encontrado. Saber usufruir da vida é saber viver plenamente.

Não sobrecarregues os teus dias com preocupações desnecessárias, a fim de que não percas a oportunidade de viver com alegria. Não cultive desafetos, recordando que a aversão por determinada criatura é, quase sempre, o resultado da aversão que lhe impuseste. Aprenda a desculpar infinitamente para que os seus erros, à frente dos outros, sejam esquecidos e perdoados. (André Luiz)

Viver em alegriaA alegria é o primeiro passo para conquistar e manter a saúde. Viver em plenitude, apesar das dificuldades próprias de nossa condição humana, é investir no próprio equilíbrio e serenidade.
Mas o que é exatamente viver em plenitude? Como manter a alegria de viver diante de tantos e complexos desafios sociais e individuais que nos atingem diariamente?
Viver em plenitude seria ter e adquirir coisas, desfrutar de vantagens e confortos que o dinheiro pode comprar e ocupar posições privilegiadas na vida? Não, absolutamente.
Viver em plenitude é, antes de tudo, estar com a consciência em paz e compreender os altos significados da própria vida, tais como a permanente necessidade do autoaprimoramento intelecto-moral e a importância de lutar por uma consciência de paz interior. Ora, manter e viver com a consciência em paz conclama aos deveres perante si mesmo e perante o próximo.
Isso inclui todos os deveres próprios da cidadania, do dever humanitário da solidariedade e do perdão e mesmo o dever individual de levantar a cabeça diante das adversidades.
Rápida análise desses itens enumerados no final do parágrafo anterior desdobram inúmeros outros deveres. Fala-se tanto em direitos, mas esquece-se dos deveres que equilibram a vida e garantem a harmonia na convivência.
Viver em plenitude e feliz
Viver em plenitude é exatamente essa consciência de viver em paz, perante si mesmo e perante os que nos compartilham a vida. É sim desfrutar a vida, mas com respeito às diferenças todas que nos caracterizam e com a noção plena de que todos precisamos muito uns dos outros e que toda atitude de indiferença, omissão ou discriminação pode gerar violências e comprometer a harmonia que tanto necessitamos.
A postura da alegria de viver é atitude de respeito à vida, de confiança nos poderes maiores que nos dirigem o caminho evolutivo e da iniciativa de agir em favor da harmonia de todos.
Notem que os grandes problemas da humanidade são de ordem moral.
Sejamos, pois, aqueles que respeitam a vida e espalham esperança, com nossa espontânea alegria de viver. Viver sem medo, sem motivos que causem arrependimentos futuros e especialmente viver com dignidade na plena noção de nossos deveres: auxiliar o progresso, instruir-nos mutuamente e trabalhar pelo aprimoramento de nossas instituições políticas, religiosas, culturais, esportivas, educativas e sociais de todos os gêneros.
Só quando respeitarmos integralmente a vida é que sentiremos essa alegria de viver que nos garante saúde física, mental e espiritual. A decisão é nossa, só depende mesmo de nossas escolhas. O que estamos aguardando? Por que os ímpetos egoístas e agressivos?
Já é tempo de amadurecermos as próprias ideias e comportamentos. (Orson Peter Carrara)

A felicidade está em saber viver
 A felicidade não está em viver, mas em saber viver. Não vive mais o que mais vive, mas o que melhor vive. (Mahatma Gandhi)

A alegria evita mil males e prolonga a vida.
(William Shakespeare)

Abraços e muita paz!

Usufruir da vida é viver em plenitude Usufruir da vida é viver em plenitude Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on janeiro 12, 2015 Rating: 5
2 comentários:
  1. Eloiza Martins De Oliveira Miranda · Quem mais comentou · Faculdade "Auxilium" de Filosofia, Ciências e Letras de Lins
    Viver em Plenitude é conseguir seguir os ensinamentos do Mestre Jesus. Praticar os ensinamentos Evangélicos que nos trazem Paz de consciência, Serenidade, Alegria, enriquecimento Espiritual, Moral. Muita Serenidade para VC!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, querida amiga Eloiza Martins De Oliveira Miranda!!!
      É isto, minha querida amiga, mas muitos ainda não conseguem seguir todos os ensinamentos, se perdem pelo caminho.
      Valeu, fico muito feliz com sua participação e carinho!!!
      Tenha um ótimo e abençoado dia!!!
      Abraços e muita paz!!!

      Excluir