Vida e caminho tendencioso ao devaneio

Vida e a tendência ao devaneio
A realidade do caminho da vida é totalmente elástica e com certas tendências ao devaneio. Muitas vezes o caminho segue tendencioso à ilusão mental filosófica ou ideologia humana, mas é preciso cuidado, pois não podemos nos perder de nós mesmos.

Lutei toda a minha vida contra a tendência ao devaneio, sempre sem jamais deixar que ele me levasse até as últimas águas. Mas o esforço de nadar contra a doce corrente tira parte de minha força vital.

E, se lutando contra o devaneio, ganho no domínio da ação, perco interiormente uma coisa muito suave de se ser e que nada substitui. Mas um dia hei de ir, sem me importar para onde o ir me levará. (Clarice Lispector)

Vida, momento e motivo 
Não há devaneio mais decepcionante, que a ilusão de si mesmo. (Thaianne Venâncio de Farias)

Sabedoria de vida

Um ponto importante da sabedoria de vida consiste na proporção correta com a qual dedicamos a nossa atenção em parte ao presente, em parte ao futuro, para que um não estrague o outro.

Muitos vivem em demasia no presente: são os levianos; outros vivem em demasia no futuro: são os medrosos e os preocupados. (Arthur Schopenhauer)

Desmediocrize sua vida. Procure seus “desaparecidos”, resgate seus afetos.

Aprenda com quem tiver algo a ensinar, e ensine algo àqueles que estão engessados em suas teses de certo e errado.

Troque experiências, troque risadas, troque carícias. Não é preciso chegar num momento limite para se dar conta disso.

O enfrentamento das pequenas mortes que nos acontecem em vida já é o empurrão necessário.

Morremos um pouco todos os dias, e todos os dias devemos procurar um final bonito antes de partir. (Martha Medeiros)

Vida, momento e motivo

Impossível foi a palavra criada para denominar algo que não queremos de verdade.

Na vida há duas coisas, o momento e o motivo, nunca perca um momento por um motivo, pois você poderá ter várias vezes o mesmo motivo, mas nunca o mesmo momento. (Professor Galvão)

Entre permanecer estático em certezas ou apenas divagando sobre desvarios de mistérios, prefiro a dinâmica do rio da sensata ignorância que os divide, seguindo na correnteza da humildade, que sempre me leva à um mar de aprendizado. (Davi Marcelo Galdino)

Abraços e muita paz!

Vida e caminho tendencioso ao devaneio Vida e caminho tendencioso ao devaneio Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on dezembro 28, 2017 Rating: 5
2 comentários:
  1. O caminho é ardo é preciso ser forte para prosseguir.feliz 2018.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, minha querida amiga Bernadete!!!
      Também lhe desejo um Feliz 2018, repleto de muitas realizações e bênçãos!!!
      Abraços com carinho e muita paz!!!

      Excluir