Prisioneiros da aprovação alheia

Prisioneiros da opinião alheia
Não podemos ser eternos prisioneiros da aprovação, do juízo e da opinião alheia. Ter responsabilidade pela própria vida ou pela vida própria é dever de todos e faz parte do crescimento ou desenvolvimento humano. Não podemos depender ou supervalorizar a aprovação ou opinião dos outros, precisamos satisfazer as nossas próprias carências, valorizar o nosso próprio modo de ser, pensar e agir.
Depender da aprovação total dos outros é se tornar prisioneiros deles, não podemos deixar e nem aceitar que os outros comandem as nossas necessidades e nossas formas de viver.

Aprovação Alheia.
As pessoas que não sabem amar a si mesmo buscam constantemente a aprovação alheia e sofrem quando são rejeitadas. Para quebrar essa dinâmica, devemos admitir que não podemos satisfazer a todos. (Nietzsche)
Depender da aprovação das outras pessoas para se sentir melhor consigo mesmo é como um vício. Isso funciona por um tempo; logo você terá de continuar buscando essa aceitação indefinidamente. E assim, nesse processo, você vai se perder. A aprovação de que você precisa é a sua própria. (Karen Katafiasz)
Muitas vezes, o sentimento de rejeição é acentuado pela insistência em supervalorizarmos a opinião e aprovação dos outros de nosso modo de ser, pensar e agir. Damos aos outros o poder de juiz e permitimos que comandem nossa forma de viver. A excessiva importância dada à opinião e aos valores dos outros, por mais que estes queiram apenas o nosso bem, retrata uma irresponsabilidade quase infantil e inconsciente de acreditar que são eles que devem assumir e suprir nossas necessidades.
Cabe a cada um de nós satisfazer as próprias carências e não a quem está ao nosso lado. Acreditamos que ninguém deve nos dizer não, para que não nos sintamos rejeitados e abandonados, mas, na verdade, a principal rejeição não vem dos outros, mas está dentro de nós mesmos e resulta na falta de amor-próprio. (Rosemeire Zago)

Prisioneiros da opinião alheia.
Importe-se sobre a aprovação dos outros e você se tornará prisioneiros deles.  A libertação do desejo conduz à paz interior. (Lao Tsé)
Independência é aceitar a si mesmo antes da aprovação alheia. É defender a própria verdade e ter humildade para mudar de opinião caso seja surpreendido por melhores argumentos. (Martha Medeiros)
O mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios pensamentos e seus atos. A maneira como você encara a vida é que faz toda diferença. A vida muda, quando "você muda". (Luis Fernando Veríssimo)


Abraços e muita paz!

Prisioneiros da aprovação alheia Prisioneiros da aprovação alheia Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on agosto 20, 2014 Rating: 5
6 comentários:
  1. Luis,

    Nada mais é do que muita insegurança! Acho que quem vive puxando saco faz isso porque tambem quer se aprovado, mesmo agindo tao mal.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, minha querida amiga Sissym!!!
      Sim, minha querida amiga, pura falta de segurança de muitos, sempre necessitam da aprovação dos outros, como se os outros fossem uma espécie de "juiz da vida". Concordo, os que vivem puxando o saco também são dependentes do juízo alheio.
      Obrigado, minha querida amiga, fico muito feliz com sua presença, com seu comentário, com seu apoio e carinho de sempre, valeu!!!
      Tenha uma linda e abençoada noite!!!
      Beijos e muita paz!!!

      Excluir
  2. Eloiza Martins De Oliveira Miranda · Quem mais comentou · Faculdade "Auxilium" de Filosofia, Ciências e Letras de Lins
    Esta conduta de levar muito a sério a opinião dos outros é ao meu ver cultural. Devemos combater em nós estes costumes, o que importa realmente é nossa consciência, viver com honestidade, procurando praticar virtudes. Ninguém conseguirá agradar a todos, nem mesmo o Mestre Jesus conseguiu. Viver no Bem e em Paz deve ser sempre nosso objetivo. Momentos de muita LUZ e saúde para VC!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, minha querida amiga Eloiza Martins De Oliveira Miranda!!!
      Sim, minha querida amiga, esta conduta já faz parte da cultura do ser humano, precisamos sempre da opinião e aprovação dos outros, só não podemos deixar que isto se torne um método necessário ou um vício da comodidade, pois passamos a viver conforme a consciência alheia, perdemos a nossa identidade e nossa vida própria.
      Obrigado, minha querida amiga, fico muito feliz com sua presença, com seu rico comentário, com seu apoio e carinho de sempre, valeu!!!
      Tenha uma linda e abençoada noite, repleta de muita luz!!!
      Abraços e muita paz!!!

      Excluir
  3. Ana Lucia Nicolau
    Oi, ótimo texto! realmente, é por aí, precisamos respeitar a opinião do outro, mas, sem nos aprisionarmos "ao mundo alheio". abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, minha querida amiga Ana Lucia Nicolau!!!
      Certamente, minha querida amiga, devemos respeitar a opinião de todos, mas não podemos perder a identidade e nem cair no vício da comodidade, deixando que os outros resolvam as coisas por nós. Como você cita, seríamos aprisionados "ao mundo alheio".
      Obrigado, minha querida amiga, que bom que gostou do texto, fico muito feliz com sua presença, com seu rico comentário, com seu apoio e com seu carinho, valeu!!!
      Tenha uma noite maravilhosa e muito abençoada!!!
      Abraços com carinho e muita paz!!!

      Excluir