Miséria espiritual e moral da humanidade

Miséria espiritual e moral da humanidade
A humanidade não tem dispensado muita atenção para o crescimento espiritual e moral, no decorrer do tempo a civilização evoluiu apenas materialmente, gerando com isso uma miséria no que se refere a evolução espiritual. A falta de amor ao próximo, falta de caridade verdadeira, falta de misericórdia e compaixão, nos levaram à falência espiritual. Já se passaram mais de dois mil anos e ainda não aprendemos essa simples e importante lição deixada pelo nosso grande Mestre Jesus Cristo.

A nossa civilização está condenada porque se desenvolveu com mais vigor materialmente do que espiritualmente. O seu equilíbrio foi destruído. (Albert Schweitzer)
A humanidade não é uma descrição física, mas uma meta espiritual. Não é algo que nos seja dado, mas algo que conquistamos. (Richard Bach)
Ninguém está sozinho. A assistência espiritual existe e tem prestado incontáveis serviços às pessoas, numa demonstração de que a vida é amor e bondade, mas jamais se prestará a fazer por elas a parte que lhes cabe. (Zíbia Gasparetto)

Vazio espiritualNão ficamos nunca no tempo presente. Antecipamos o futuro como demasiado lento para vir, como para apressar o seu curso; recordamos o passado, para pará-lo, como demasiado pronto: tão imprudentes que erramos nos tempos que não são nossos e não pensamos só no que nos pertence; e tão vãos que sonhamos com os que não são mais nada e evitamos sem reflexão o único que subsiste. É que o presente de ordinário nos fere. Ocultamo-lo à nossa vista, porque nos aflige; e, se nos é agradável, arrependemo-nos de vê-lo escapar. Tratamos de sustentá-lo pelo futuro, e pensamos em dispor as coisas que não estão em nosso poder para um tempo que não temos nenhuma certeza de alcançar.
Que cada qual examine os seus pensamentos, e os achará sempre ocupados com o passado e com o futuro. Quase não pensamos no presente; e quando pensamos, é apenas para tomar dele a luz para dispor do futuro. O presente não é nunca o nosso fim; o passado e o presente são os nossos meios; só o futuro é o nosso fim. Assim, nunca vivemos, mas esperamos viver; é, dispondo-nos sempre a ser felizes, é inevitável que nunca o sejamos.
Não tendo os homens podido curar a morte, a miséria, a ignorância, acharam de bom aviso, para se tornarem felizes, não pensar nisso; eis tudo o que puderam inventar para se consolarem de tantos males. Mas, é uma consolação bem miserável, de vez que acaba, não por curar o mal, mas por ocultá-lo simplesmente por pouco tempo e, ocultando-o, fazer que não se pense em curá-lo de verdade. Assim, por um estranho desequilíbrio da natureza do homem, resulta que o desgosto, que é o seu mal mais sensível, seja até certo ponto ó seu maior bem, porque pode contribuir mais que todas as coisas para fazê-lo procurar a sua verdadeira cura; e que o divertimento, que ele encara como o seu maior bem, é na realidade o seu maior mal, porque impede, mais que todas as coisas, que ele procure o remédio para os seus males: e ambos são uma prova admirável, da miséria e da corrupção do homem e, ao mesmo tempo, da sua grandeza, de vez que o homem se aborrece de tudo e só procura essa multidão de ocupações porque tem a ideia da felicidade que perdeu e que, não a achando em si, é por ele procurada inutilmente nas coisas exteriores, sem poder contentar-se nunca, porque ela não está nem em nós nem nas criaturas, mas somente em Deus.
(Blaise Pascal)

Todo sofrimento psicológico é fictício, porque ou está armazenado na memória do passado, ou na imaginação do futuro, porque ambos são apenas ilusórios... O passado já passou e o futuro ainda não chegou!
O único momento real é o presente, e nele reside a eternidade!
Jamais permita que os impasses da vida o perturbem. Afinal, ninguém pode escapar dos problemas, nem mesmo santos ou sábios. Sofra o que tiver que sofrer. Desfrute o que existe para ser desfrutado. Considere tanto o sofrimento como a alegria como fatos da vida. (Siddhartha Gautama)

Evolução Espiritual

Abraços e muita paz!


Miséria espiritual e moral da humanidade Miséria espiritual e moral da humanidade Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on fevereiro 02, 2014 Rating: 5
6 comentários:
  1. Olá Luís Eduardo,
    Nunca se pensou tão pouco em Deus. Nunca se viveu a vida de modo tão natural. Acredito que em nenhum outro tempo, as pessoas se tornaram tão destemidas quanto os atuais. Um aplauso forte para o pós-moderno, para o relativismo, e para a falta de fervor espiritual. Assim como espiritualidade é algo que envolve nossa realidade e não algo fora dela, é do único ser espiritual todo poderoso que devemos buscar intervenção para nossas vidas. Não estou dizendo que Ele sempre agirá conforme a nossa vontade, mas quando nós entendemos que algo precisa acontecer porque é da vontade dele, devemos recorrer ao lugar certo. Devemos parar com as conversas e rumores, fofocas e críticas. E nos voltarmos em oração e consagração ao Deus todo poderosos. Dono de todas as coisas que pode fazer o que bem entende até mesmo fazer o fervor espiritual descerem sobre a seu povo novamente, converter os incrédulos, e transformar as nossas vidas para sempre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, meu caro amigo Alfeu!!!
      Certamente, meu caro amigo, quanto mais passa o tempo, quanto mais recente a situação, mais a humanidade se afasta de Deus e do crescimento espiritual, ultimamente se tem dado muito valor para o individualismo e materialismo, um retrocesso no desenvolvimento humano, o que podemos chamar de miséria espiritual e moral da humanidade. Infelizmente é esse o caminho escolhido pela humanidade moderna...
      Obrigado meu caro amigo, fico muito feliz com sua presença, com seu rico comentário, com seu apoio e com seu carinho de sempre, valeu!!!
      Tenha uma excelente, feliz e abençoada semana!!!
      Grande abraço e muita paz!!!

      Excluir
  2. Lucia Costa · Seguir · Quem mais comentou
    Gostei do blog. “A vida é como o mar, hora manso, hora de ressaca, perigoso, mas lindo em suas manifestações” Aline. www.deolhonomundo.com Abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, amiga Luicia Costa!!!
      Obrigado, que bom que gostou do blog, fico muito feliz com sua participação, comentário, apoio e carinho, valeu!
      Seja muito bem vinda e volte sempre!!!
      Verdade, podemos equiparar a vida ao mar, bela frase de Aline, gostei!
      Tenha um dia maravilhoso, feliz e abençoado!!!
      Abraços e muita paz!!!

      Excluir
  3. Clarice Rodrigues · FURB - Universidade Regional de Blumenau
    vdd...
    Descurtir · 1 · Responder · Moderado · Publicly Visible · Deixar de seguir a publicação · 19 de maio às 18:51

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Clarice Rodrigues!!!
      Fico muito feliz com sua presença e apoio, valeu!!!
      Tenha um dia maravilhoso, feliz e abençoado!!!
      Abraços e muita luz!!!

      Excluir