Quem decide sobre mim?

Um colunista conta uma estória em que acompanhava um amigo a uma banca de jornais.
"O amigo cumprimentou o jornaleiro amavelmente, mas como retorno recebeu um tratamento rude e grosseiro.
Pegando o jornal que foi atirado em sua direção, o amigo do colunista sorriu polidamente e desejou um bom fim de semana ao jornaleiro.
Quando os dois amigos desciam pela rua, o colunista perguntou:
"- Ele sempre te trata com tanta grosseria?"
"- Sim, infelizmente foi sempre assim..."
"- E você é sempre tão polido e amigável com ele?”
"- Sim, procuro ser."
"- Por que você é tão educado, já que ele é tão inamistoso com você?"
"- Porque não quero que ele decida como eu devo agir."

A implicação desse diálogo é que a pessoa inteira é "seu próprio dono", não se curva diante de qualquer vento que sopra; ela não está à mercê do mau humor, da mesquinharia, da impaciência e da raiva dos outros.
Não são os ambientes que se transformam, mas ela que transforma os ambientes. (John Powell)

Nós somos aquilo que fazemos repetidamente. Excelência, então, não é um modo de agir, mas um hábito. (Aristóteles)

Agir, eis a inteligência verdadeira. Serei o que quiser. Mas tenho que querer o que for. O êxito está em ter êxito, e não em ter condições de êxito. Condições de palácio tem qualquer terra larga, mas onde estará o palácio se não o fizerem ali? (Fernando Pessoa)

O sábio pode descobrir o mundo sem transpor a sua porta. Vê sem olhar, realiza sem agir. (Lao-Tsé)

Tenha um dia abençoado e feliz!





Quem decide sobre mim? Quem decide sobre mim? Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on novembro 27, 2011 Rating: 5
Nenhum comentário: