Caminho do Meio

Caminho do MeioSer justo, mas com amor.
Amar, mas sem aprisionar.
Amparar, mas sem fazer pelo outro o que ele deve fazer por si mesmo.
Ajudar, mas sem tirar do outro o direito de escolher seu próprio caminho.
Perdoar, mas sem ser conivente com o mal.
 Esquecer o mal, mas sem ser indiferente a ele.
Ser pacífico, mas não passivo diante dos acontecimentos.
Cultivar a não violência, mas sem violentar a si mesmo.
Lutar com coragem, mas aceitar a derrota como parte das experiências da vida.
Ter coragem de enfrentar os próprios limites, mas também de reconhecer as próprias fraquezas.
Servir ao dever, mas sem ser oprimido por ele e sem escravizar-se a coisa alguma.
Viver com prazer, mas não viver em função dele.
Ser simples e humilde, o que não significa andar mal vestido ou descuidar-se de si mesmo.
Conservar puro o coração, o que não significa esconder de si os próprios sentimentos.
Crer em Deus, mas sem atribuir a Ele aquilo que nos compete.
Cultivar a fé, mas sem abdicar da razão.
Caminhar com equilíbrio, eis o nosso maior desafio.
Sem equilíbrio, tombamos sempre... para um lado... ou para outro.
Amor, Sabedoria,
Bondade, Justiça,
Sentimento, Razão,
Harmonia.
(Autoria: Alexandre Paredes)

Aceitar-se como ser humano cheio de limites e fraquezas é acima de tudo, sinal de equilíbrio, paz consigo mesmo e felicidade.
(Pe. Fábio de Mello)

Não torne-se a discórdia, procure ser o equilíbrio.
(Luna Moonares)


Tenha um excelente dia!

Caminho do Meio Caminho do Meio Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on outubro 10, 2010 Rating: 5
Nenhum comentário: