Vida e os árduos labirintos do percurso

A vida e os labirintos do percurso
Os árduos caminhos da vida são cheios de labirintos e muitos se perdem neste percurso, ficam sem direção, os sonhos ficam distantes e se tornam ilusões. Estes árduos labirintos acabam fechando as portas, frustrando os objetivos de vida, retardando o trajeto para o melhor caminho, o do crescimento e das realizações.

A vida não é um corredor reto e tranquilo que nós percorremos livre e sem empecilhos, mas um labirinto de passagens, pelas quais nós devemos procurar nosso caminho, perdidos e confusos, de vez em quando presos em um beco sem saída.

Porém, se tivermos fé, uma porta sempre será aberta para nós, não talvez aquela sobre a qual nós mesmos nunca pensamos, mas aquela que definitivamente se revelará boa para nós. (A. J. Cronin)

Vida e os árduos caminhos

Assim como as pedras preciosas são tiradas da terra, a virtude surge dos bons atos e a sabedoria nasce da mente pura e tranquila. Para se andar com segurança, nos labirintos da vida humana, é necessário que se tenham como guias a luz da sabedoria e virtude. (Buda)

Há dois labirintos do espírito humano: um respeita à composição do contínuo, o outro à natureza da liberdade; e ambos têm origem no mesmo infinito. (Wilhelm Leibniz)

A vida de todo ser humano é um caminho em direção a si mesmo, a tentativa de um caminho, o seguir de um simples rastro.

Homem algum chegou a ser completamente ele mesmo; mas todos aspiram a sê-lo, obscuramente alguns, outros mais claramente, cada qual como pode. Todos levam consigo, até o fim, viscosidade e casas de ovo de um mundo primitivo. Mas cada um deles é um impulso em direção ao ser. (Hermann Hesse)

Labirintos da vida
Ainda hoje somos homens e mulheres de passagens; somos filhos da Páscoa.
Os mares existem; os cativeiros também. As ameaças são inúmeras. Mas haverá sempre uma esperança a nos dominar; um sentido oculto que não nos deixa parar; uma terra prometida que nos motiva dizer: Eu não vou desistir!

E assim seguimos. Juntos. Mesmo que não estejamos na mira dos olhos.
O importante é saber, que em algum lugar deste grande mar de ameaças, de alguma forma estamos em travessia...

A gente não pode perder as oportunidades de interferir de maneira positiva na vida do outro. É nossa missão como pessoas!
Você tem a oportunidade de ser caminho...

Agora se você é um caminho que chega a um lugar bom, muita gente vai querer passar por você. Mas se você tem fama e já se transformou, fez questão de ser um caminho onde só passam coisas ruins, é bem provável que você irá ficar sozinho e vazio ao longo de sua vida.

Seja um caminho bom!
Muita gente vai querer passar por ele.
E você deve deixar essas pessoas passarem de maneira respeitosa.

Não queira que elas fiquem por muito tempo não. Você é caminho! Não perca isso de vista. Você é um trajeto, um lugar de passagem.

As pessoas vão passar pela nossa vida e à medida que você tiver a oportunidade de ser este lugar por onde elas passam, seja o melhor caminho que você puder ser. Independente se o outro te machucou, te magoou; seja o melhor caminho.

Se ele veio até você é porque ele descobriu o seu valor. Deixe que ele passe!

Isso é cristianismo... É quando se descobre que há um jeito interessante de você transformar o mundo, fazendo opção por aquilo que Jesus fazia. (Padre Fábio de Melo)

A experiência nunca falha, apenas as nossas opiniões falham, ao esperar da experiência aquilo que ela não é capaz de oferecer. (Leonardo da Vinci)

A experiência é uma lanterna dependurada nas costas que apenas ilumina o caminho já percorrido. (Confúcio)

Abraços e muita paz!

Vida e os árduos labirintos do percurso Vida e os árduos labirintos do percurso Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on setembro 30, 2016 Rating: 5
Nenhum comentário: