Vida e os recursos intelectuais e morais

Vida e o destino intelectual e moral
A vida e os recursos intelectuais e morais de cada indivíduo. Todos nós somos artífices do destino comum, mas individualmente não podemos ser instrumento da ambição de ninguém. Somos seres destinados a agir em busca do sucesso, em busca da evolução. Esta atitude é um dom de todo ser humano.


Vida e o destino intelectual e moral
O homem não nasceu para ficar parado no tempo, somos seres gerados para a evolução, temos em nossa natureza o desejo do crescimento moral, intelectual, sentimental e material, vivemos sempre em busca de novas vitórias, é esta a meta de vida de todos.

Mas também somos conscientes de que não existe evolução, crescimento e nem vitória sem a ação, ela é indispensável para cumprir com nossa evolução, seja moral, intelectual, sentimental e material. Em outras palavras, é preciso buscar aquilo que se deseja, lutar com vontade e determinação para vencer. (Doando Vida)

Busque agir para o bem, enquanto você dispõe de tempo. É perigoso guardar uma cabeça cheia de sonhos, com as mãos e o coração desocupados. (Roberto Shinyashiki)

Hoje, mais do que nunca, podemos aspirar a sermos os artífices do nosso destino, na condição de sabermos retirar as devidas ilações das experiências do passado.

O destino é o que baralha as cartas, mas nós somos os que jogamos. (William Shakespeare)

A vida e o destino

Somos os artífices de nosso destino
Os homens são os artífices de seu destino. Essa verdade é constatada mediante singela observação do mundo que o cerca.

A capacidade de sonhar sempre foi o grande segredo daqueles que mudaram o mundo. Os sonhos alimentam a alma e dão asas a inteligência. É no solo fértil da memória onde semeamos os sonhos que farão grande diferença em nossa existência.

Os sonhadores mudaram a história da humanidade. Eles fizeram da derrota, o pódio para a vitória; das críticas, o palco, de onde receberam os aplausos.

O Mestre dos mestres foi o mais ousado dos sonhadores. Ele fez de homens simples e iletrados, arquitetos da vida. A estes, vendeu o sonho de um reino justo, em um mundo de injustiça, de liberdade em uma terra de escravidão, de vida eterna em um território onde imperava a morte, de felicidade em um país onde reinava o ódio.

Jesus Cristo tirou aqueles homens da plateia e os introduzir no palco da vida. Fez deles autores de sua própria história. Ao encantá-los com suas palavras e surpreendê-los com suas atitudes, ele tocou o inconsciente dos seus discípulos, reeditou novas janelas em sua memória e abalou os fundamentos da psicologia.

Se pensar é o destino do ser humano, continuar sonhando é o seu grande desafio. E isto, é lógico, implica em trajetórias com riscos, em vitórias, com muitas lutas, e não poucos obstáculos pelo caminho. Apesar de tudo, seja ousado. Liberte sua criatividade. E nunca desista de seus objetivos, pois eles transformarão sua vida em uma grande aventura. (Augusto Cury)

Todos sabemos que somos os artífices do nosso próprio destino, que a melhor maneira de mudarmos a nossa trajetória, de nos libertarmos das imperfeições, de fazermos objetivamente o trabalho de burilamento em nós, conduzindo-nos compativelmente com as aspirações que nos levam ao progresso espiritual, começa pela reforma íntima, pelo contraste diário de nossas ações com as lições do Evangelho, corrigindo-nos todas as vezes que encontrarmos não conformidades. (Obreiros do bem)

Temos o destino que merecemos. O nosso destino está de acordo com os nossos méritos. (Albert Einstein)


Abraços e muita paz!

Vida e os recursos intelectuais e morais Vida e os recursos intelectuais e morais Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on setembro 24, 2015 Rating: 5
Nenhum comentário: