O ciclo da vida e a estrela perdida

Estrela perdida e o ciclo da vida
Tudo é indispensável ao ciclo da vida, até mesmo uma estrela perdida, nada é insignificante. Todos nós temos uma razão de ser, uma importância no todo, não existe uma existência sem a sua importância. A vida nem sempre segue o nosso querer, mas ela é perfeita naquilo que tem que ser, é um ciclo a ser cumprido por cada um de nós. Tudo e todos nós temos uma razão de ser. Nesta vida, as coisas mais insignificantes têm às vezes maior importância e é geralmente por elas que a gente se perde, ou não se encontra. Tem uma bela frase de Henfil que diz o seguinte: "Enquanto acreditarmos em nossos sonhos, nada será por acaso".

Nada acontece por acaso. No ciclo da vida não existe a sorte. Há um significado por detrás de cada pequeno ato. Talvez não possa ser visto com clareza imediatamente, mas sê-lo-á antes que se passe muito tempo. (Richard Bach)

Importância da existência de cada ser

Todos nós temos, igual importância, igual valor, independentemente do quão insignificante achamos que somos, ou o quão insignificante achamos ser o trabalho que fazemos... e principalmente temos tanto importância quanto a de uma pessoa que julga sermos insignificantes.

O que acontece muitas vezes é que em determinado momento da vida, a nossa importância anda por ai perdida... porque não olhamos ao que somos, não percebemos que todos temos uma missão, não percebemos essa missão.

Mas quando voltamos ao caminho que traçamos originalmente, em que ouviríamos a nossa essência, em que escolheríamos a luz e o melhor para nós, tudo volta a fazer sentido, tudo volta a ser perfeito e eventualmente descobrimos concretamente a nossa verdadeira importância.

O ciclo da vida


A estrela perdida

Estava Deus, a caminhar, sossegadamente, pelo universo...
Contemplava sua criação, e, aproveitando o passeio, verificava se tudo estava correndo bem.

Em certo ponto de sua caminhada, deparou-se com uma de suas estrelas, num choro compulsivo...
Com certa tristeza, aproximou-se e perguntou docemente:
- Por que choras, minha filha?
A pobre estrela, aos prantos, mal conseguia falar:
- Sabe, meu Pai... Estou triste... Não consigo achar uma razão para a minha existência... O sol, com toda a sua magnitude, fornece calor, luz e energia às pessoas... As estrelas cadentes incentivam paixões e sonhos... Os cometas geram dúvidas e mistérios... E eu, aqui... parada...

Deus ouviu tudo atentamente... 
Com doçura e paciência, decidiu explicar à estrela os porquês, porém, foi interrompido por uma voz, que vinha de longe...
Importância da vidaEra uma criança, que caminhava com sua mãe, em um dos planetas da região... A criança dizia à sua mãe:
- Veja mamãe! O dia já vai nascer!
A mãe ficou meio confusa... Como podia, uma criança, que mal sabia as horas, saber que o sol já nasceria, mesmo estando tão escuro?
- Como você sabe disso, meu filho?
- Veja aquela estrela! Papai me disse que ela anuncia o novo dia. Ela sempre aparece pouco antes do sol, e aponta o lugar de onde o sol vai sair...

Ouvindo aquilo, a estrela pôs-se a chorar...
Deus, calmamente lhe falou:
- Podes ver? Sabes agora, o motivo de tua existência?
Tudo o que criei, fiz por alguma razão de ser. És a estrela que anuncia o novo dia.. E com o novo dia, renovam-se as esperanças, os sonhos... E serves para orientar os homens, para onde caminhar. Ao te ver, sabem que não estão perdidos, pois sabem qual o seu destino.

A estrela ouviu tudo atentamente...
Sentiu uma alegria celestial invadindo sua vida... A partir de então, ela brilhou cada vez mais, pois sabia que era importante e indispensável ao ciclo da vida.

Todos nós temos uma razão de ser

Mesmo se não soubermos qual é exatamente esta razão, devemos viver a vida intensamente, semeando amor e espalhando alegrias...
Só assim, a estrela que habita em nossos corações brilhará mais forte, iluminando a todos que estão à nossa volta.
Fazendo isso, estaremos iluminando nossas próprias vidas.

Novo ciclo da vida

É necessário abrir os olhos e perceber que as coisas boas estão dentro de nós, onde os sentimentos não precisam de motivos nem os desejos de razão. O importante é aproveitar o momento e aprender sua duração, pois a vida está nos olhos de quem saber ver. (Gabriel García Márquez)

Abraços e muita paz!

O ciclo da vida e a estrela perdida O ciclo da vida e a estrela perdida Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on maio 09, 2015 Rating: 5
Nenhum comentário: