A lei da vida é brilhar na escuridão

Brilhar na escuridão
A lei da vida é brilhar na escuridão, o segre­do da vitória consiste em uma série de ações cons­truídas nos momentos em que as luzes não estão bri­lhando sobre a vida das pessoas, neste caminho os valores morais são muito mais importantes do que a própria glória. Precisamos aprender com as estrelas, elas sempre brilham na total escuridão e sem ofuscar as demais. A própria vida sempre nos ensina coisas maravilhosas, a impermanência é lei divina e é em consequência dela que tudo evolui, recriando-se a cada novo segundo, tudo pode ser mudado e reiniciado a qualquer instante, basta acreditar e determinar.

As estrelas brilham na escuridão. O verdadeiro sucesso vem de um trabalho que deve ser construído fora do alcance do olhar da multidão e dos aplausos efêmeros da glória. Que deve ser realizado no silêncio e na escuridão, para que se possa brilhar na vida.
As melhores vitórias da vida são construídas mantendo-se a presença de espírito em situações caóticas. A gran­de força da alma reside na capacidade de conservar a dignidade mesmo quando todos em sua volta o caluníam. ­ As grandes conquistas acontecem quando alguém conse­gue manter a calma no meio do desespero geral. O segre­do dos heróis consiste em uma série de ações cons­truídas nos momentos em que as luzes não estão bri­lhando sobre eles.
A solidez dos valores é mais importante que as vitórias, porque tanto estas como as derrotas são provisórias, mas quando a pessoa tem força no coração consegue superar as perdas e construir grandes conquistas na vida.
Nossos problemas não serão resolvidos com um currículo maravilhoso, sobrenome famoso ou fogos de artifício. Não adianta tomar atalhos para tentar encurtar o caminho da solução porque você terá de voltar para a estrada das verdades que criam uma vida com fundamento. (Roberto Shinyashiki)

Brilhe como as estrelasA vida vai nos ensinando coisas valiosas, pequenos detalhes que na juventude nos passam despercebidas. Por conta disso, tenho apreciado muito o passar do tempo, quando tudo vira reticências… Não há mais necessidades de pontos finais, porque só então a gente descobre a impermanência das coisas. Tudo se modifica no instante seguinte.
A maturidade instala em nós uma nova liberdade de ser – o tempo ensina que não há mais necessidade da aprovação dos outros. Se gostarem, tudo bem; se não, foi o melhor que eu pude fazer no momento. Não existe mais a ilusão de que sou perfeita e nem pretendo mais concorrer com Deus. Já sei que o erro ensina tanto quanto o acerto.
Dentre as pequenas descobertas que venho fazendo ao longo desta existência, está a de que pelo menos duas palavras precisam ser abolidas do nosso vocabulário, a bem da saúde emocional de todo e qualquer ser humano – urgente e impossível.
A primeira parece uma palavrinha inocente, mas provoca uma desordem emocional muito grande. A sua simples menção faz o corpo reagir negativamente – os músculos se contraem, o coração passa a bombear mais sangue, as artérias se dilatam, a mente começa a produzir histórias de terror… E todo esse reboliço para quê?
Nada é urgente nesse nosso velho mundo, nem a morte… Alguém pode fazer alguma coisa diante de um fato consumado? Morreu, morreu… o que se pode fazer além de aguardar o reencontro num outro plano de existência? E cá para nós, urgente é aquilo que alguém não conseguiu fazer em tempo hábil e quer que você faça. A urgência é sempre do outro, é sempre uma esperteza de alguém.
Impossível é a palavra preferida dos que não acreditam em si mesmos – funciona como uma barreira protetora para a preguiça ou o medo, deixa sempre no ar a impressão de que tudo foi tentado. Não é verdade, só existem os limites reconhecidos pela mente. Tudo pode ser mudado e transformado em possível.
É da lei da vida:  os pensamentos e sentimentos, dependendo da sua qualidade e intensidade, criam um campo energético que vibra numa determinada frequência, atraindo energias e vibrações semelhantes. Se estamos focados no desânimo, no medo, na falta de sorte, iremos atrair acontecimentos que vibram na mesma energia desses sentimentos. Por outro lado, se procuramos manter a alegria, a confiança, o otimismo e a gratidão pelo que já temos de bom, iremos atrair uma realidade que vibra nessa mesma frequência.
Agora, finalmente a ciência está tornando esse conhecimento acessível a todos. Daqui a pouco tempo não haverá mais justificativas para o impossível e nem para as urgências, porque teremos finalmente consciência de que somos energia divina pura, feitos à imagem e semelhança de Deus. E mais: teremos a consciência de que o outro também é constituído dessa mesma energia divina pura. Portanto, um ser humano só poderá se dirigir a outro ser humano com palavras doces e gentis.
Criei para mim um hábito que faz toda a diferença na minha relação com as pessoas. Sempre que alguém me procura, no escritório ou em casa, digo mentalmente para mim mesma: Deus está querendo falar comigo, como devo recebê-lo? Não é exagero pensar assim não… Se cada um de nós tem a essência divina na alma, somos seres sagrados, portadores da mesma Divindade, pequeninos deuses em desenvolvimento. Portanto, todo encontro é um ato sagrado porque é um Deus encontrando outro Deus.
“Só precisamos ser um pouco mais gentis uns com os outros”. Esta foi a resposta de Aldous Huxley quando, no seu leito de morte, lhe pediram um conselho para a humanidade, depois de uma existência de estudos e exploração do espírito humano. A solução, segundo o grande escritor inglês, autor de “Admirável Mundo Novo”, é ser gentil sempre, não apenas na atividade profissional, mas consigo mesmo e em família, onde a vida em sociedade começa. Afinal, gentileza gera gentileza…
A vida na terra é breve… Ela existe para ser saboreada… Abandone toda pressa e nem detenha seu caminhar por causa do impossível… Ele não existe. Acredite que você é uma centelha divina, que tem infinitas possibilidades. Ame para ser amado! Tenha sempre uma palavra doce para oferecer a alguém.
É o tempo que dedicamos a uma pessoa que faz de nós seres humanos de primeira classe. É o amor que oferecemos a todos os seres vivos que nos aproxima de Deus…
Só viemos a este planeta para aprender a amar…
Amar uns aos outros como irmãos!
(Mensagem recebida de uma amiga, por e-mail)

Que brilhe a sua luz

Desejo que sua luz brilhe muito, mesmo nos momentos de escuridão!

Abraços e muita paz!

A lei da vida é brilhar na escuridão A lei da vida é brilhar na escuridão Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on setembro 17, 2014 Rating: 5
4 comentários:
  1. Eloiza Martins De Oliveira Miranda · Quem mais comentou · Faculdade "Auxilium" de Filosofia, Ciências e Letras de Lins
    Ficou perfeito, é um texto muito reflexivo, repleto de ensinamentos para nossa Alma." É realmente o Amor que oferecemos a todos seres vivos que nos aproxime de DEUS. Isto e tudo o mais é maravilhoso!! Muita Luz para seu trabalho!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, minha querida amiga Eloiza Martins De Oliveira Miranda!!!
      Certamente, minha amiga, são ótimos ensinamentos para nossa alma, o amor é a salvação do mundo.
      Obrigado, minha querida amiga, que bom que gostou da reflexão, fico muito feliz com sua visita, com seu rico comentário, com seu apoio e carinho de sempre!!!
      Tenha um maravilhoso e abençoado final de semana!!!
      Abraços e muita paz!!!

      Excluir
  2. Eloiza Martins De Oliveira Miranda · Quem mais comentou · Faculdade "Auxilium" de Filosofia, Ciências e Letras de Lins
    Ficou perfeito, é um texto muito reflexivo, repleto de ensinamentos para nossa Alma." É realmente o Amor que oferecemos a todos seres vivos que nos aproxime de DEUS. Isto e tudo o mais é maravilhoso!! Muita Luz para seu trabalho!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, minha querida amiga Eloiza Martins De Oliveira Miranda!!!
      Certamente, sua luz irá brilhar muito, aliás, já brilha... e vamos aprendendo a cuidar da alma.
      Obrigado, que a luz Divina também seja constante em seu caminho!!!
      Abraços e muita paz!!!

      Excluir