Castanha-do-pará é a amiga do coração

Castanha-do-pará é a amiga da saúde
A castanha-do-pará é a amiga do coração e do cérebro. Esta castanha ou semente traz muitos benefícios para a nossa saúde. Com nome científico de Bertholletia excelsa, também conhecida por castanha-do-brasil, castanha-do-acre, castanha-dos-montes, noz amazônica, tocari e tururi.

Os maiores produtores de castanha-do-pará são o Brasil e a Bolívia. Na Bolívia são chamadas de almendras, ou ainda noz boliviana.

Embora sejam classificadas pelos cozinheiros como uma castanha, os botânicos consideram a Bertholletia excelsa como uma semente, e não uma castanha, já que, nas castanhas e nozes, a casca se divide em duas metades, com a carne separando-se da casca.

A castanha-do-pará é um fruto com alto teor calórico e proteico, além disso, contém o elemento selênio que combate os radicais livres e muitos estudos o recomendam para a prevenção do câncer.

Benefícios da castanha-do-pará

Propriedades da castanha-do-pará

É excelente contra problemas vasculares e cardíacos, ajuda a afastar as doenças do coração, pois auxiliam na diminuição do colesterol ruim LDL e ajudam a aumentar o bom HDL.

É uma ótima fonte de energia para o corpo, pois possui boa quantidade de magnésio e vitamina B1.

É um importante antioxidante para o organismo, prevenindo o envelhecimento precoce, pois possui grande concentração de selênio e vitamina E.

Auxilia no fortalecimento muscular, poie é rica em fósforo e potássio.

É um anti-inflamatório natural e ajuda no controle da pressão arterial.

Auxilia muito no funcionamento do intestino, pois possui grande quantidade de fibras.

A castanha-do-pará ajuda a ativar o metabolismo da tireoide.

Ajuda muito na memória e raciocínio, prevenindo doenças como Alzheimer e Parkinson, além de diminuir os riscos de derrames cerebrais.

O chá da casca da castanha-do-pará é usado para tratamento do fígado, e a infusão de suas sementes para problemas estomacais.

Por seu alto conteúdo em selênio, a castanha é um excelente antioxidante.

Seu óleo é usado como umidificador da pele. A indústria cosmética emprega o óleo de castanha por suas propriedades anti-radicais-livres, antioxidantes e hidratantes nas formulações anti-aging prevenindo o envelhecimento cutâneo e é considerado um dos melhores condicionadores para cabelos danificados e desidratados.

Propriedades da castanha-do-pará

A castanha-do-pará possui 18% de proteína, 13% de carboidratos e 69% de gordura. A proporção de gorduras é de, aproximadamente, 25% de gorduras saturadas, 41% de monoinsaturadas e 34% de poli-insaturadas.

O conteúdo de gordura saturada da castanha-do-pará está entre o mais alto de todas as castanhas e nozes, superando até mesmo o da macadâmia.

Devido ao seu gosto forte, a castanha-do-pará podem substituir frequentemente macadâmias ou mesmo o coco em receitas. A castanha-do-pará retirada de sua casca torna-se rançosas rapidamente. As castanhas também podem ser esmagadas para se obter óleo.

A castanha-do-pará tem alto valor nutricional, são ricas em selênio, embora a quantidade de selênio varie consideravelmente. Elas são também uma boa fonte de magnésio e tiamina.

Algumas pesquisas indicaram que o consumo de selênio está relacionado com uma redução no risco de câncer de próstata. Isto levou alguns analistas a recomendarem o consumo de castanha-do-pará como uma medida preventiva. Estudos subsequentes sobre o efeito do selênio no câncer de próstata foram inconclusivos.

Benefícios do óleo da castanha-do-pará

O óleo da castanha-do-pará é saboroso

O óleo da castanha-do-pará é altamente nutritivo, contendo 75% ácidos graxos insaturados compostos principalmente por ácido palmítico, oleico e linoleico, além de fito esteroides sistosterol e as vitaminas lipossolúveis A e E.

Do óleo extraído da primeira prensagem, pode se obter um azeite extra virgem podendo substituir o azeite da oliva por seu sabor suave e agradável.

A castanha-do-pará é uma rica fonte de magnésio, tiamina e possui as mais altas concentrações conhecidas de selênio (126 ppm²), com propriedades antioxidantes.

As proteínas encontradas na castanha-do-pará são muito ricas em aminoácidos sulfurados como a cisteína (8%) e a metionina (18%). A presença deste aminoácido melhora a absorção de selênio e outros minerais.

O óleo da castanha-do-pará é extraído das sementes secas, geralmente por prensagem à frio, tem um odor agradável e é amarelo.

A castanha-do-pará é altamente consumida in natura, torrada, ou na forma de farinhas, doces e sorvetes. Sua casca é muito resistente e requer grande esforço para ser extraída manualmente. (Fontes: Brazil Nut, New York Botanical, UFAC - Universidade Federal do Acre, Peres, C.A., IPEF - Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais e Wikipédia)

Como consumir a castanha-do-pará

Pode ser consumida in natura, em saladas, em sorvetes, bolos, tortas., molhos, arroz, carnes e mais o que a sua imaginação criar.

A quantidade de consumo recomendada é de duas a três castanhas por dia, pois é altamente calórica, o que pode resultar em ganho de peso.

Abraços e muita paz!

Castanha-do-pará é a amiga do coração Castanha-do-pará é a amiga do coração Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on março 03, 2016 Rating: 5
Nenhum comentário: