Vencendo Monstros Interiores

Uma velha lenda nórdica conta de um homem possuído por alguma espécie de ser maligno que tentava arruinar a sua vida.
O monstro estraçalhou o teto de sua casa e destruiu o jardim. Matou o seu gado e provocou o fracasso de sua colheita.
Finalmente, o homem, não suportando mais a situação, decidiu lutar contra o monstro. Iniciou-se a árdua batalha. Ambos caíram e lutaram pelo chão. Por algum tempo, o resultado foi incerto.
Então, reunindo todas as forças, o homem ficou sobre o monstro e o segurou contra o solo. Puxou a faca para exterminar o inimigo.
Mas, exatamente nesta hora, o vento afastou as nuvens e um brilhante facho de luz do luar iluminou a face do monstro. 
O homem sentiu-se sacudido por um choque que afetou sua vida: a face que vira era a sua própria face...
(Alf Lohne)

O mais intrincado problema do mundo é o de cada homem cuidar dos próprios problemas, principalmente os interiores, sem intrometer-se nas atividades alheias. Enquanto cogitamos de responsabilidades que competem aos outros, as nossas viverão esquecidas.

Monstros são reais e fantasmas são reais também. Vivem dentro de nós e, às vezes, vencem. (Stephen King)

Falsos valores e palavras ilusórias: são estes os piores monstros para os mortais; longamente e à espera, dorme neles a fatalidade. (Friedrich Nietzsche)

Como o Mestre sempre dizia, "é possível fugir dos monstros de fora, mas não dos de dentro". E é incrível como a mente humana tem facilidade em criar fantasmas para assombrá-la. Em plena era digital, os sentimentos primitivos continuavam vivos. (Augusto Cury)

Aquele que luta com monstros, deve acautelar-se para não tornar-se também um monstro. Quando se olha muito tempo para um abismo, o abismo olha para você. (Friedrich Nietzsche)

Dentro de nós há uma coisa que não tem nome, essa coisa é o que somos. (José Saramago)

Somos o que pensamos. Tudo o que somos surge com nossos pensamentos. Com nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo. (Buda)

A melhor maneira que o homem dispõe para se aperfeiçoar é aproximar-se de Deus. (Pitágoras)



Abraços e muita paz!

Vencendo Monstros Interiores Vencendo Monstros Interiores Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on setembro 17, 2012 Rating: 5
Nenhum comentário: