Relógio do Coração

Relógio do Coração
Há tempos em nossa vida que contam de forma diferente.
Há semanas que duraram anos, como há anos que não contaram um dia.
Há paixões que foram eternas, como há amigos que passaram céleres, apesar do calendário mostrar que eles ficaram por anos em nossas agendas.
Há amores não realizados que deixaram olhares de meses, e beijos não dados que até hoje esperam o desfecho.
Há trabalhos que nos tomaram décadas de nosso tempo na terra, mas que nossa memória insiste em contá-los como semanas.
Há casamentos que, ao olhar para trás, mal preenchem os feriados das folhinhas.
Há tristezas que nos paralisaram por meses, mas que hoje, passados os dias difíceis, mal guardamos lembranças de horas.
Há eventos que marcaram, e que duram para sempre, o nascimento do filho, a morte do pai, a viagem inesquecível, um sonho realizado.
Estes têm a duração que nos ensina o significado da palavra “eternidade”.
Já viajei para a mesma cidade uma centena de vezes, e na maioria das vezes o tempo transcorrido foi o mesmo.
Mas conforme meu espírito, houve viagem que não teve fim até hoje, como há percurso que nem me lembro de ter feito, tão feliz eu estava na ocasião.
O relógio do coração – hoje eu descubro - bate noutra frequência daquele que carrego no pulso.
Marca um tempo diferente, de emoções que perduram e que mostram o verdadeiro tempo da gente.
Por este relógio, velhice é coisa de quem não conseguiu esticar o tempo que temos no mundo.
É olhar as rugas e não perceber a maturidade.
É pensar antes naquilo que não foi feito, ao invés de se alegrar e sorrir com as lembranças da vida.
Pense nisso.
E consulte sempre o relógio do coração:
Ele te mostrará o verdadeiro tempo do mundo.

(Autoria: Mário Quintana)

Muita paz em seu coração!!!

Relógio do Coração Relógio do Coração Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on agosto 04, 2010 Rating: 5
4 comentários:
  1. Bom dia Dú!!! Ao ler seu texto me passou varias coisas na cabeça, lembranças de coisas que passei. Sabe com o passar do tempo deixamos muitas coisas para tras mesmo, coisas que as vezes nem lembramos, mas o bom é tirar lições de cada coisa, tanto boa como ruim.Eu procuro fazer sempre isso é uma forma melhor de me lembrar das coisas sabendo que tirei algobom dali.
    Ótima postagem como sempre.
    Abraço e fique com Deus.
    Tenha um bom dia.

    ResponderExcluir
  2. Querido amigo, seus textos são verdadeiros poemas; me emociono quando leio cada um deles. Parabéns!
    BEIJOSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  3. @gisele
    Querida amiga Gisa, o que nos resta do passado são ensinamentos e lembranças, e como você diz, podemos viajar por eles e aproveitar as melhores coisas para o crescimento interior e outras simplesmente para relembrar bons momentos. Fico muito feliz e grato com seu comentário e pela presença. Fique com Deus! Abraços e muta paz!!!

    ResponderExcluir
  4. @Neusa Fiesta
    Obrigado, minha querida amiga Neusa! Que bom que gosta das postagem, fico feliz com o carinho! Grato pela vista e pelo seu comentário. É sempre muito bom poder contar com sua participação. Beijossss e muita paz!!!

    ResponderExcluir