A verdade sobre os cereais integrais

Benefícios dos cereais integrais
A verdade sobre os cereais integrais na alimentação. Ao longo da história, os cereais têm mostrado grande importância na sobrevivência da vida humana, há muito que fazem parte essencial de uma alimentação saudável. Os cereais integrais são melhores fontes de fibra e outros nutrientes importantes, tais como selênio, potássio e magnésio.

Todos os tipos de cereais são boas fontes de hidratos de carbono complexos, várias vitaminas e minerais e têm naturalmente pouca gordura. Mas os que não foram refinados, os chamados integrais, são ainda melhores.

Os cereais integrais são os que contêm todos os três componentes do grão completo, farelo, endosperma e gérmen, ao contrário dos cereais refinados, que contém apenas o endosperma.

Os cereais integrais são alimentos que não passaram pelo processo de refinamento, dessa forma, todas as estruturas dos grãos são preservados e a integridade de seus nutrientes é mantida.

Vida e saúde com cereais integrais

Benefícios dos cereais integrais
Os grãos dos cereais são compostos por três partes: Pericarpo, que é a camada mais externa, é rica em fibras; Endosperma, que é parte intermediaria, é fonte energética composta por carboidratos e proteínas; e, Gérmen ou embrião, que é a parte interna, rica em nutrientes, minerais e vitaminas.

Consumir uma variedade de cereais integrais não só assegura que obtém mais nutrientes como também ajuda a tornar as suas refeições e lanches mais interessantes e saudáveis.

Os cereais integrais constituem parte importante de uma alimentação equilibrada e saudável. Pesquisadores em todo o mundo, e entidades como a Organização Mundial de Saúde, recomendam que as pessoas aumentem o seu consumo de cereais integrais.

Os cereais integrais, como o arroz, trigo, aveia e centeio têm não só um ótimo sabor, como também apresentam muitos benefícios para a saúde, uma vez que reduzem o risco de doenças cardiovasculares e alguns tipos de câncer.

Os cereais integrais são boas fontes de vitaminas, minerais e fibras, além de contar com compostos fenólicos (antioxidantes) e outros fitoquímicos bioativos. Eles consistem em grãos íntegros, com endosperma, germe e casca (farelo), que podem contribuir para a redução do risco de doenças crônicas.

Os cereais integrais são ricos em hidratos de carbono, que são transformados pela flora intestinal em ácidos de cadeia curta. Estes ácidos reduzem a atividade de alguns fatores que podem causar neoplasias. Adicionalmente, o seu elevado teor em fibra aumenta o volume fecal, ligando-se a fatores cancerígenos, que são removidos antecipadamente, antes que possam desencadear o problema. (Technical Research Centre)

Os cereais integrais ajudam no controle do peso, pois aumentam a saciedade ajudando na manutenção do peso; as fibras auxiliam o organismo regulando o colesterol, com isso protege o coração; também auxilia no controle do diabetes, ajudam na diminuição da concentração de açúcar no sangue. As fibras auxiliam no funcionamento do intestino. As vitaminas e minerais fortalecem o organismo e ajudam na produção de energia.

Quantidade a ser consumida diariamente
Saúde com cereais integraisA recomendação indicada pelo US Dietary Guidelines para adultos é de ingerir 48 gramas de cereais integrais por dia. Como a quantidade de cereais integrais usada nos alimentos varia bastante, verifique os rótulos dos alimentos para saber qual a quantidade de cereais integrais que vai ingerir.

Basta o consumo de uma taça de cereais integrais pela manhã, ou a escolha de pão, arroz e massas do tipo integral (não refinado) para conseguir, facilmente, uma melhoria para a saúde e a redução do risco de determinados tipos de doenças.

No café da manhã, há várias opções: cereais, biscoitos e pães integrais, aveia com alguma fruta e bolos feitos com farinha integral. Para os lanches entre as refeições, barrinhas de cereal e granola são boas pedidas. Já no almoço ou no jantar, substitua o arroz e as massas por suas versões integrais.

Estudos sobre os cereais integrais
A FDA (Food and Drug Administration) autorizou, nos Estados Unidos, alegações para a saúde que reconhecem a importância dos alimentos à base de cereais integrais e outros produtos de origem vegetal, na redução do risco de doença coronária e de alguns tipos de câncer. Estas alegações podem, por esta razão, ser incluídas nas embalagens de alimentos integrais e em mensagem publicitárias relacionadas com os mesmos. A FDA permite igualmente alegações de saúde específicas relativas à aveia e produtos à base deste ingrediente.

Recentes estudos epidemiológicos de grande escala, mostraram que o consumo regular de cereais integrais podem reduzir o risco de doença coronária e alguns tipos de câncer em até cerca de 30%. Motivo pelo qual, não é admirar que no simpósio internacional sobre os cereais integrais e a saúde, que teve lugar na Finlândia em Junho de 2001, se tenha concluído que o elevado consumo de alimentos à base de cereais integrais pode ajudar na melhoria do estado de saúde. (VTT Symposium on Wholegrain and human health)

Portanto, os cereais integrais são excelentes opções para quem deseja ter uma vida saudável. Esses alimentos apresentam diversos nutrientes que vão ajudar o seu organismo a funcionar melhor e assim combater enfermidades que poderiam acontecer devido à má alimentação.

Cereais, o alimento saudável

Abraços e muita paz!

A verdade sobre os cereais integrais A verdade sobre os cereais integrais Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on março 29, 2016 Rating: 5
Nenhum comentário: