Vida e a predisposição pelo inexistente

Vida e a tendência pelo que não existe
Na vida sempre temos uma predisposição pelo inexistente e irreal. A mente é poderosa e muitas vezes criamos coisas que nos deixam cegos para a realidade. Com isso, perdemos muito tempo buscando o que não existe, criando ilusão e deixando de dar valor à realidade que edifica e nos faz crescer.

Nós sempre temos tendência de ver coisas que não existem, e ficar cegos para as grandes lições que estão diante de nossos olhos.

Saímos pelo mundo em busca de nossos sonhos e ideais. Muitas vezes colocamos nos lugares inacessíveis o que está ao alcance das mãos.

As coisas mais simples da vida são as mais extraordinárias, e só os sábios conseguem vê-las. (Paulo Coelho)

Surgindo na esfera da vida
A vida é um caminho de sombras e luzes.
O importante é que se saiba vitalizar as
sombras e aproveitar a luz. (Henri Bergson)

Vida e o devido valor
Não se esqueçam de que, na vida, existe uma coisa chamada “rito de passagem”. Quando decidimos mudar, quando estamos prontos para o próximo salto, precisamos ritualizar este momento.

Lembre-se: todos os seus atos são sagrados e necessários. Dê a eles o seu devido valor.

Uma vez feita a escolha é preciso seguir adiante e confiar no seu próprio coração...

A linguagem de seu coração é que irá determinar a maneira correta de descobrir e manejar a sua existência. (Paulo Coelho)

Surgindo na esfera da vida
Ainda ontem pensava que não era mais do que um fragmento trêmulo sem ritmo na esfera da vida.

Hoje sei que sou eu a esfera, e a vida inteira em fragmentos rítmicos move-se em mim.

Eles dizem-me no seu despertar: Tu e o mundo em que vives não passais de um grão de areia sobre a margem infinita de um mar infinito.

E no meu sonho eu respondo-lhes: Eu sou o mar infinito, e todos os mundos não passam de grãos de areia sobre a minha margem.

Só uma vez fiquei mudo. Foi quando um homem me perguntou: Quem és tu? (Khalil Gibran)

Compreendi, então, que a vida não é uma sonata que, para realizar a sua beleza, tem de ser tocada até o fim.

Dei-me conta, ao contrário, de que a vida é um álbum de mini-sonatas.

Cada momento de beleza vivido e amado, por efêmero que seja, é uma experiência completa que está destinada à eternidade.

Um único momento de beleza e amor justifica a vida inteira. (Rubem Alves)

Um guerreiro responsável não é o que coloca sobre seus ombros o peso do mundo, mas sim aquele que aprendeu a lutar contra os desafios do momento.

Basta entender que todos nós estamos aqui por uma razão, e basta comprometer-se com ela. Assim podemos rir de nossos grandes ou pequenos sofrimentos e caminhar sem medo, conscientes de que cada passo tem um sentido... (Paulo Coelho)

Abraços e muita paz!

Vida e a predisposição pelo inexistente Vida e a predisposição pelo inexistente Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on fevereiro 26, 2016 Rating: 5
2 comentários:
  1. Que Bela lição...aprender a aproveitas a Luz dos acontecimentos de nossa Vida. Temos mesmo tendências de vitalizar as sombras, os sofrimentos, medos... A isto podemos propor...sejamos mais otimistas, tenhamos mais Fé...É um trabalho individual e contínuo a ser realizado. Vamos trabalhando...o melhor esta por vir!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, minha querida amiga Eloiza!!!
      Verdade, uma belíssima lição de vida, temos que valorizar o que realmente importa para o nosso crescimento, agir sempre com simplicidade, humildade, fé e otimismo.
      Obrigado querida amiga, que bom que gostou do texto, fico muito feliz com sua presença e participação, valeu!!!
      Abraços e muita luz em sua vida!!!

      Excluir