Vida e a ontologia do medo não iminente

Medo irreal da vida
Você tem medo de quê? O medo, quando não iminente, é apenas uma ilusão. É natural do ser humano sentir medo, mas ele só deve existir quando há uma ameaça real. A ontologia, filosofia que estuda o ser, divide o medo em duas categorias. É preciso separar o medo para preservar a vida do medo sem fundamento que não representa uma ameaça física.


A vida e o medo real e o irreal
A ontologia é reflexão a respeito do sentido abrangente do ser humano, vivenciando a realidade, em contado com o mundo e o cotidiano e as aparências sensíveis. Para alcançar uma vida satisfatória e vitoriosa não podemos ter medo da vida, pois a vida não é uma ameaça, nem um obstáculo, ela é apenas uma tarefa, um aprendizado evolutivo.

Se temos medo da vida estamos privados do cumprimento desta tarefa, não vamos passar pelo aprendizado evolutivo, não vamos crescer e muito menos vencer. A vida é feita de aprendizado e o medo irreal inibe esta evolução.

Quem foge da vida ameaça a si mesmo. Enquanto estamos curtindo o medo da vida, ela passa, as oportunidades se vão, a evolução não acontece e ficamos fadados ao fracasso, o viver fica restrito apenas ao existir.

O medo de viver tira a esperança e a vontade de vencer. A condição de um homem seria lastimável se fosse dominado pelo medo de viver e pelo medo de errar. (Doando Vida)

Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que, com frequência, poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar. (William Shakespeare)

A vida e o medo real e o irreal
Você pode facilmente perdoar uma criança por ter medo do escuro... A real tragédia da vida, é quando os homens tem medo da Luz. (Platão)

Você tem medo de quê?
De dizer não para aquela pessoa querida mesmo sabendo que o sim significa problemas no futuro?

Você tem medo de quê?
De admitir que se enganou com uma pessoa, que errou na dose do sentimentalismo e fechou os olhos para a realidade que todos viam?

Aceitar que o fim de um relacionamento já chegou há muito tempo e você, só você insiste em manter as aparências?

Você tem medo de quê?
De alar para a família e os verdadeiros amigos o quanto os ama e, por isso, fica calado imaginando que todo mundo sabe disso?

De perder o emprego medíocre e, por isso, se submete a tirania de um local que você não se sente bem?

Você tem medo de quê?
De aceitar que seu atual estado é reflexo apenas dos seus atos, das suas atitudes, algumas vezes impensadas e feitas de pura ansiedade...

Você tem medo de quê?
De sair da capa de vítima e encarar de frente seus sonhos, suas necessidades e descobrir que pode realizá-los?

De questionar velhos conceitos e mudar tudo para viver melhor?

Você tem medo de quê?
De aceitar que Deus existe e que nos pede ação sempre, trabalho sempre, boa vontade sempre, perdão sempre, amor sempre.

Não tenha medo de ser feliz, arrisque-se, aventure-se.
Caiu? Levante-se.
Errou? Comece de novo.

Perdoe sempre.
Esqueça o que passou, construa o hoje, viva o hoje.
Ame-se sempre!
(Paulo Roberto Gaefke)

A vida é maravilhosa se não se tem medo dela. (Charles Chaplin)

Coragem é a resistência ao medo, domínio do medo, e não a ausência do medo. (Mark Twain)

Não há céu sem tempestades, nem caminhos sem acidentes. Não tenha medo da vida, tenha medo de não vivê-la intensamente. (Augusto Cury)



Abraços e muita paz!

Vida e a ontologia do medo não iminente Vida e a ontologia do medo não iminente Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on dezembro 08, 2015 Rating: 5
2 comentários:
  1. Trabalho muito ..para evitar ... as vezes acontece e este sentimento tenta me entristecer. Confiemos em Deus, será sempre a melhor maneira. " Perante quaisquer problemas o Céu tem solucões que desconhecemos". ( Meimei) Que a serenidade seja sua companheira, sempre!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida amiga Eloiza!!!
      Pois é, querida amiga, precisamos constantemente policiar este tipo de medo, um medo irreal e ilusório, que pode trazer infelicidade.
      Obrigado, que a serenidade também lhe acompanhe constantemente.
      Abraços e muita Luz em sua vida!!!

      Excluir