A vida e os seus recursos metafóricos

Metáforas e analogias da vida
Muitas vezes nos deparamos com metáforas tentando explicar ou resolver os episódios da vida, são os recursos metafóricos. A metáfora é uma analogia, uma figura de linguagem que produz sentidos figurados por meio de comparações implícitas. Ela pode dar um duplo sentido à frase. Com a ausência de uma conjunção comparativa. Também é um recurso expressivo.

Metáforas na sinfonia da vida
              
Às vezes me agarro a um guarda-chuva de mistério e sou levado pelo vento da curiosidade até o céu de respostas, mas sou derrubado por uma chuva de lógica. (Gustavo Ortale)

Eu não sei o que sei. A verdade é uma metáfora da vida: só tem sentido quando recolhidos os detalhes.

Hoje é dia de recolher detalhes. Vida pequena, quase um respiro de tão miúda, mas bela. Mas não há o que se fazer, senão esperar pela serenidade.

Tenho vivido a convicção de que a sinfonia só é bela porque reúne os acordes dissonantes, maiores e menores. O resultado final é uma explosão de beleza. O todo preenchendo o espaço, cumprindo a sina de sacralizar o choro de quem chora, e o riso de quem ri. A sinfonia é triste e bela ao mesmo tempo. Não há como querer uma parte só.

Hoje, neste dia em que minha pauta tem acordes tristes, recorro-me ao carinho de quem luta comigo, de quem me ama e me quer bem. Só assim é suportável viver esta passagem...

Deus é o regente de tudo. Tenho certeza de que o movimento de seus braços ordenarão o despertar dos acordes serenos, momento em que prepararemos o sorriso e a alegria.

A sinfonia da vida é linda, mas dói. Maturidade é o fruto a ser recolhido, cada vez que na partitura da vida, há um interlúdio de tristeza. (Desconhecido - Pensador)

Recursos metafóricos e a vida

No ano passado ou simplesmente no passado.
Já repararam como é bom dizer "o ano passado"? É como quem já tivesse atravessado um rio, deixando tudo na outra margem... Tudo sim, tudo mesmo! Porque, embora nesse "tudo" se incluam algumas ilusões, a alma está leve, livre, numa extraordinária sensação de alívio, como só se poderiam sentir as almas desencarnadas.

Mas no ano passado, como eu ia dizendo, ou mais precisamente, no último dia do ano passado deparei com um despacho da Associeted Press em que, depois de anunciado como se comemoraria nos diversos países da Europa a chegada do Ano Novo, informava-se o seguinte, que bem merece um parágrafo à parte:

"Na Itália, quando soarem os sinos à meia-noite, todo mundo atirará pelas janelas as panelas velhas e os vasos rachados".

Ótimo! O meu ímpeto, modesto mas sincero, foi atirar-me eu próprio pela janela, tendo apenas no bolso, à guisa de explicação para as autoridades, um recorte do referido despacho.

Mas seria levar muito longe uma simples metáfora, aliás praticamente irrealizável, porque resido num andar térreo. E, por outro lado, metáforas a gente não faz para a Polícia, que só quer saber de coisas concretas. Metáforas são para aproveitar em versos...

Atirei-me, pois, metaforicamente, pela janela do tricentésimo-sexagésimo-quinto andar do ano passado.

Morri? Não. Ressuscitei. Que isto da passagem de um ano para outro é um corriqueiro fenômeno de morte e ressurreição - morte do ano velho e sua ressurreição como ano novo, morte da nossa vida velha para uma vida nova. (Mario Quintana)

O Blog Doando Vida mudou de domínio (URL).
Se você segue o Blog ou é Parceiro, por favor, faça a alteração.
Caso tenha o link em seu blog, faça a alteração.

Metáforas na sinfonia da vida

Abraços e muita paz!

A vida e os seus recursos metafóricos A vida e os seus recursos metafóricos Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on outubro 06, 2015 Rating: 5
Nenhum comentário: