Doar amor é abrir as portas para a vida

Amor revela as qualidades sublimes
Doar amor é abrir as portas para a verdadeira vida. Doando amor estamos abrindo as portas do coração para a maior fonte de felicidade existente, pois só se vive bem quando aprendemos a viver com o coração. O Amor é fonte de felicidade, é dom que abre portas e protege a alma. O amor é verdadeira fonte de emoção viva e deve ser o patrimônio de todos os que procuram estar de bem com a vida.

O amor revela as qualidades sublimes do que ama.
A maior fonte de felicidade que há na vida, é saber que alguém nos ama; que nos ama pelo que somos ou, melhor, que nos ama apesar do que somos. (Victor Hugo)

O amor revela as qualidades sublimes e ocultas do que ama.
A gente destrói aquilo que mais ama em campo aberto, ou numa emboscada; alguns com a leveza do carinho, outros com a dureza da palavra; os covardes destroem com um beijo, os valentes destroem com a espada. Mas a gente sempre destrói aquilo que mais ama. (Oscar Wilde)

O amor é fonte de felicidade

Amor, a maior fonte de felicidade

A maior solidão é a do ser que não ama. A maior solidão é a dor do ser que se ausenta, que se defende, que se fecha, que se recusa a participar da vida humana.

A maior solidão é a do homem encerrado em si mesmo, no absoluto de si mesmo, o que não dá a quem pede o que ele pode dar de amor, de amizade, de socorro.

O maior solitário é o que tem medo de amar, o que tem medo de ferir e ferir-se, o ser casto da mulher, do amigo, do povo, do mundo.

Esse queima como uma lâmpada triste, cujo reflexo entristece também tudo em torno. Ele é a angústia do mundo que o reflete.

Ele é o que se recusa às verdadeiras fontes de emoção, as que são o patrimônio de todos, e, encerrado em seu duro privilégio, semeia pedras do alto de sua fria e desolada torre. (Vinicius de Moraes)

Abra as portas de seu coração

Amor, um dom que abre portas 

A tradição judaica conta a história de um pastor que sempre dizia ao Senhor: “Mestre do Universo, se tiveres um rebanho, eu o guardarei de graça, pois Te amo”.

Certo dia, um sábio ouviu a estranha prece. Preocupado com uma ofensa a Deus, ensinou ao pastor as rezas que conhecia. Mas assim que se separaram, o pastor esqueceu as orações.

Entretanto, com medo de ofender a Deus pedindo para guardar rebanhos, resolveu abandonar por completo qualquer conversa com Ele.

Naquela mesma noite o sábio teve um sonho: “Quem guardará os rebanhos do Senhor?”, dizia um anjo. “O pastor rezava com seu coração, e você ensinou-o a rezar com a boca”.

No dia seguinte, o sábio voltou ao campo, pediu perdão ao pastor, e incluiu a Prece do Rebanho em seu livro de salmos. (Maktub)

O amor como primeira opção de vida

O amor como primeira opção de vida

Dentre as possibilidades de se viver, inclua o amor como primeira opção, pois o amor é um dom que abre portas, protege a alma dos revezes do mundo, e traz a sensação de bem estar total.

Lógico que estou falando do amor Universal, desse que desprendidamente nós doamos, quando só pensamos em ajudar alguém, principalmente se esse alguém for um desconhecido...

Esse amor é o que provoca a paz interior, que acaba nos colocando de bem com a vida, e nos permite viver um grande romance, pois só é capaz de amar verdadeiramente, quem se liberta de si mesmo, quem oferece liberdade ao próximo, e acaba prendendo com laços eternos, laços de puro encantamento e valor, coisas que só esse sentimento pode oferecer, coisas do amor...

Jamais peça para alguém amá-lo. Jamais peça para alguém admirá-lo. Amor, admiração, bem como respeito, são construídos sem pressão, no solo insubstituível da liberdade. São frutos de imagens construídas nas janelas mais íntimas do inconsciente. (Augusto Cury)

Aquele que é sábio só é sábio porque ama. E aquele que é tolo, só é tolo porque pensa que pode entender o amor. (Paulo Coelho)

Abraços e muita paz! 

Doar amor é abrir as portas para a vida Doar amor é abrir as portas para a vida Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on julho 20, 2015 Rating: 5
Nenhum comentário: