Chocolate associa delícia, saúde e bem-estar

Chocolate, a delícia irresistível!
O delicioso e irresistível chocolate associa saúde e bem-estar, são muitos os benefícios para o nosso organismo e saúde. São variados tipos de chocolates para nossa escolha, os com menos cacau são mais saborosos, mas também são menos benéficos para a saúde. O consumo moderado oferece uma lista de benefícios. 

Quanto mais cacau o chocolate tiver, mais benefício traz para a nossa saúde, por isso os benefícios do chocolate meio amargo e negro são maiores para a saúde, eles diminuem os riscos de doenças cardiovasculares e cancerígenas, pois são extremamente ricos em antioxidantes.

O chocolate é um alimento feito com base na amêndoa fermentada e torrada do cacau. Sua origem remonta às civilizações pré-colombianas da América Central. O cacau é a base do chocolate e contribui para sua textura, cor e sabor.

O chocolate puro é feito dos grãos de cacau e o açúcar. Contudo, a composição completa varia em todo o mundo devido à diferença de gostos e legislação, que trata principalmente de parâmetros como porcentagem de cacau e sólidos do leite, quantidade e tipos de gorduras vegetais permitidas.

Os principais ingredientes são os açúcares, manteiga de cacau, leite em pó, leite condensado, cacau em pó, sorbitol, lecitina de soja, aromatizantes e edulcorantes.

Propriedades do delicioso chocolate

Tipos de chocolates, texturas e aromas

O chocolate é, em geral, uma mistura de pasta de cacau em pó, manteiga de cacau e açúcar. De acordo com as proporções utilizadas, obtêm-se diferentes qualidades, texturas e aromas.

Os chocolates com mais porcentagem de manteiga de cacau são mais gordurosos e se derretem melhor na boca.

Os chocolates com maior quantidade de pasta de cacau em pó são de sabor e aroma mais intensos.

Além desse tipo, que geralmente consumido em forma de tabletes e bombons, há o chocolate em pó para uso culinário e o achocolatado que pode ser bebido com leite.

Variedades de chocolates

São muitas as variedades do chocolate. Quando apresentado na forma sólida possui algumas versões que se diferenciam em função do acréscimo em partes diferentes de seus componentes individuais.

Chocolate meio-amargoChocolate amargo: feito com os grãos de cacau torrados sem adição de leite. É também chamado de "chocolate puro", pois além do cacau leva apenas açúcar. Caracteriza-se pela cor escura e paladar amargo. Teor de cacau entre 35 e 85%.

Chocolate ao leite: leva na sua confecção leite em pó ou leite condensado. Neste tipo os teores de cacau estão entre 30 e 40%. São mais saborosos e menos amargos.

Chocolate branco: feito com manteiga de cacau, leite, açúcar e lecitina, podendo ser acrescentados aromas como o de baunilha. Foi criado apenas no século XX. É o mais doce e de textura bem cremosa.

Couverture (cobertura): termo em francês que define o chocolate rico em manteiga de cacau, utilizados pelos profissionais chocolateiros.

Diet: composto por massa e manteiga de cacau, leite em pó, sorbitol, sacarina e vanilina. O chocolate diet é sempre nobre já que não pode ser misturado com óleos e gorduras. Apesar de não ter açúcar em sua composição, eles são altamente calóricos.

Benefícios do chocolate para a saúde

Apesar de o chocolate ser geralmente consumido por prazer, há alguns efeitos positivos para a saúde. O cacau em pó ou o chocolate amargo, por exemplo, são benéficos para o sistema circulatório, estimulantes cerebrais, entre outros.

As propriedades afrodisíacas dos chocolates ainda não foram comprovadas. Por outro lado por ser um alimento altamente energético, o consumo excessivo aumenta o risco de obesidade.

A versão amarga também pode diminuir o risco de câncer, ajudar a controlar o colesterol e proteger a pele. Também protege o cérebro e pode contribuir para a diminuição do colesterol ruim e da pressão arterial.

Propriedades antioxidantes do chocolate:

Ricos benefícios do chocolateOs flavonoides do chocolate, em particular a epicatequina, auxiliam na saúde cardiovascular com resultado direto do efeito antioxidante sobre os mecanismos antitrombóticos.

O consumo desse tipo de chocolate resulta no aumento da capacidade antioxidante total no plasma sanguíneo, assim como no conteúdo de epicatequina, contudo esses efeitos são nitidamente reduzidos quando o chocolate é consumido com leite.

Estudos também observaram que ocorre uma pequena diminuição na pressão arterial com o consumo até três vezes por semana de chocolate amargo. A proteção do sistema cardiovascular advém do fato de que esses compostos impedem a deposição de gordura nas artérias. Além disso, há uma diminuição da tendência à agregação plaquetária.

Existem várias alegações de que os flavonoides estimulam a comunicação entre os neurônios e evitam o envelhecimento celular. Contudo, é ressaltado que o consumo excessivo é prejudicial, por causa do alto índice de açúcar e gordura, o que faz com que as pessoas ganhem peso, o que pode neutralizar os ganhos proporcionados pelos antioxidantes.

Pesquisa da Universidade Yale, nos Estados Unidos, sugere que mulheres que saboreiam a delícia ao menos cinco vezes por semana estão 40% menos propensas a desenvolver o problema do que aquelas que a consomem menos de uma vez. O composto teobromina, encontrado principalmente nas variedades amargas e meio-amargas, pode ser o responsável pelo benefício.

Efeitos do chocolate no humor e comportamento

Efeitos sobre o humor e comportamento humano foram constatados com o consumo do chocolate. São descritas sensações de prazer e bem-estar com o consumo. Alguns atribuem à presença de metilxantinas, que podem provocar sensações de bem-estar. Outra ação relacionada ao bem-estar é o aumento da produção de feniletilamina, uma substância do grupo das endorfinas.

O chocolate libera endorfinas que melhoram o humor e a ansiedade e ainda combatem a depressão e o desânimo. Além disso, ele fornece energia, melhorando a disposição para as atividades diárias, e concentra outras substâncias, como triptofano, teobromina, feniletilamina, fenilalanina e tirosina, que reforçam a sensação de bem-estar. (Wikipédia)

Pesquisas e estudos sobre o chocolate 

Benefícios antioxidantes do chocolatePesquisa realizada pelo Centro de Pesquisas Nestlé, em Lausanne, na Suíça, investigou a relação entre o consumo diário de chocolate e o nível do hormônio cortisol, responsável pelo estresse. Os cientistas observaram que o nível de cortisol baixou consideravelmente em todos os participantes que consumiam o doce, chegando a 40% de redução naqueles que sofriam com a ansiedade.

Pesquisa publicada no BMJ (British Medical Journal) sugeriu que o consumo de chocolate pode ajudar a reduzir o risco de desenvolver doenças do coração em um terço. O relatório foi apresentado na Sociedade Europeia de Cardiologia Congresso em Paris, França.
Os autores concluíram: “Com base em evidências observacionais, os níveis de consumo de chocolate parecem estar associados com uma redução substancial no risco de distúrbios cardio-metabólico. Novos estudos experimentais são necessários para confirmar um efeito potencialmente benéfico do consumo de chocolate”.

Estudo, publicado no The American Journal of Clinical Nutrition, foi realizado para identificar a relação entre o consumo de chocolate e densidade óssea em mulheres mais velhas. Os autores concluíram que “as mulheres mais velhas que consomem chocolate diariamente apresentaram menor densidade óssea e força”.

Chocolate e a acne: 

Há uma crença popular de que o consumo de chocolate pode causar acne. A bem da verdade, deve-se citar que em livros conceituados de dermatologia da década de 50 encontrar-se-á explicitamente essa afirmação. Dos anos 60 até os anos 80, contudo, estudos sistemáticos tentaram fundar em base sólida a crença; buscando relacionar o consumo de alimentos com alto índice glicêmico, e em particular o chocolate, à acne. Evidências de correlação concreta não foram encontradas até o momento.

Pesquisas e estudos sobre o chocolate

Mesmo apresentando muitos benefícios para a nossa saúde é necessário consumir com moderação, pois o chocolate é extremamente calórico, é rico em açúcares e gorduras, o que pode provocar um ganho de peso extra.

Abraços e muita paz!

Chocolate associa delícia, saúde e bem-estar Chocolate associa delícia, saúde e bem-estar Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on julho 04, 2015 Rating: 5
2 comentários:
  1. Olá esta conversa é muito gratificante.Adorei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, minha querida amiga Bernadete Lopes Marino!!!
      Sim, querida amiga, esta conversa é deliciosa.
      Valeu, minha querida amiga, fico muito feliz com sua presença, participação, apoio e carinho de sempre, obrigado!!!
      Abraços e muita paz!!!

      Excluir