Culpa é sentimento negativo avassalador

A culpa é um sentimento negativo
A culpa é um sentimento negativo avassalador. É um sentimento que aniquila a vida da pessoa, afasta o otimismo e a felicidade e deixa o coração amargurado. A principal e mais grave punição para quem cometeu um erro está em sentir-se culpado. O remédio para este grande mal é o arrependimento e a reparação, só eles podem anular as nossas faltas e erros. A culpa sempre nos paralisa e o arrependimento sempre nos liberta para uma nova vida.

Segundo Wilde, o homem pode suportar as desgraças, elas são acidentais e vêm de fora: o que realmente dói, na vida, é sofrer pelas próprias culpas. (Oscar Wilde)

Coração amargurado pela culpa

Quem nunca provocou um mal-entendido ou já cometeu um grande erro nesta vida? As duas situações certamente já acompanharam muita gente, e com elas muitas vezes aparece também uma intensa culpa.

Coração amargurado pelos erros

É muito frequente que este arrependimento permaneça vivo por muito tempo, deixando a pessoa presa a um sentimento negativo que não atrai nem um pouco de otimismo. Permitir que esta culpa o domine é fazer com que supervalorize o seu erro, diminuindo cada vez mais as chances de se sentir livre.

Ao prolongar esta situação, afastamos cada vez mais a felicidade das nossas vidas, nos acostumamos a viver com um coração amargurado e eternamente culpado pelos erros do passado. Ao bloquearmos a chegada da felicidade tornamos cada vez mais difícil nossa libertação desta culpa infindável.

Empenhe-se ao máximo para conseguir o mais rápido possível a sua liberdade. Lembre-se que todo mundo erra e ainda não é possível mudar o passado, mas caso se sinta livre da culpa e mude de atitude, o seu futuro pode não ser menos amargurado.

Arrependimento é o remédio para a culpa

O arrependimento é um sentimento positivo que resulta da conscientização que operamos em nosso ser ao reconhecermos as nossas faltas e erros. Esse reconhecimento é quase sempre muito doloroso, mas não há nada na vida que o espírito não possa suportar, sendo, portanto um ato reparador, que regenera e purifica o espírito. Por isso mesmo, o arrependimento não deve ser encarado como uma autopunição.

Arrependimento é o remédioO mais importante é tomarmos consciência de nossos erros e não errarmos mais, não cometermos o mesmo erro duas ou mais vezes seguidas. Errar conscientes de que estamos praticando o mesmo erro resulta em falta mais grave, inadmissível para a evolução da criatura.

Então, precisamos melhorar nossas atitudes e posturas. Para isso, tem que haver sinceridade no arrependimento. Em cada caso, a criatura precisa ser verdadeira consigo mesma, sabendo que é preciso reparar as faltas para poder livrar-se do arrependimento que delas se originou.

Precisamos entender e compreender que, enquanto o arrependimento sincero é reparador e transformador, a culpa inculcada em nossa consciência é negativa; por isso, manter esse sentimento sem nada fazer, sem refletir quanto à ação corretiva a tomar, pode trazer conseqüências imediatas irreparáveis à criatura.

O que estamos querendo dizer é que a culpa, por si só, representa apenas um alerta ou um grito em nossa consciência. É preciso que transformemos este alerta em ação através do arrependimento sincero, o qual virá fortalecer e renovar a nossa vontade para reconhecer e evitar aquele erro ou erros semelhantes e associados.

O remédio é a reparação

Através da reparação de um erro, qualquer que seja, estamos nos preparando para nos reconhecermos verdadeiramente falíveis, estamos reconhecendo que somos imperfeitos, mas também, e isso é mais importante, estamos prontos, preparados e condicionados para sairmos da condição onde estamos (errados) para uma condição íntima melhor e reparadora, e isso nos traz um grande alívio.

Se houver acomodação ao erro, estaremos fugindo do sentimento de culpa, sem o reforço da nossa consciência. Só o arrependimento sincero promove a verdadeira reparação. O arrependimento é, portanto, o primeiro e decisivo passo dado para a nossa reforma íntima, saneando e reforçando a nossa vontade.
(Caruso Samel)

O remédio é o arrependimento

Uma coisa é a gente se arrepender do que fez!
Outra coisa é a gente se sentir culpado.
Culpas nos paralisam.
Arrependimentos não!
Eles nos lançam pra frente, nos ajudam a corrigir os erros cometidos.
(Padre Fábio de Melo)

Abraços e muita paz!

Culpa é sentimento negativo avassalador Culpa é sentimento negativo avassalador Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on junho 05, 2015 Rating: 5
Nenhum comentário: