Alimento Light Versus Alimento Natural

Alimento light X alimento saudável
Ultimamente muito se discute sobre a melhor alimentação para manter o corpo em forma e saudável, isto é, para manter uma vida saudável. Alimento light versus alimento natural, qual seria o melhor para uma boa saúde? Alguns alimentos light que muitas pessoas acreditam que são benéficos para a saúde e para dietas, na verdade não passam de uma perigosa armadilha para quem quer cuidar da saúde ou emagrecer. Quando o assunto são calorias, nos deixamos levar pela aparência leve de uma comida, quando na verdade ela é uma verdadeira bomba calórica. Todos sabem que temos que ter um corpo saudável, mas você sabe por que temos que ser saudáveis? Porque sem uma boa alimentação o nosso organismo não funciona bem.

O que é um alimento light?

A legislação classifica ‘light’ qualquer alimento cujo similar tenha vinte e cinco por cento a menos de alguma substância, que pode ser em açúcar, sal, gordura, ou qualquer outra coisa. São alimentos produzidos com redução de, no mínimo, 25% do valor calórico em comparação ao produto tradicional. São também considerados light àqueles que reduzem, no mínimo, 25% de determinados nutrientes (gordura saturada, gordura total, açúcar, colesterol, sódio).

Os alimentos light e diet são destinados a algum tipo de dieta específica. O chocolate diet, por exemplo, não contém açúcar, mas a taxa de gordura é elevada, tornando-o calórico. Os alimentos light não são isentos de calorias, apenas possuem uma taxa menor de açúcar ou gordura. Ser você comer um alimento light em excesso, acabará ingerindo as mesmas calorias do que o alimento normal.

O que é alimento natural saudável?

O que é alimento natural saudável?

A alimentação natural saudável é a alimentação ou nutrição na qual deve-se comer bem e de forma equilibrada para que os adultos mantenham o peso ideal e as crianças se desenvolvam bem fisicamente, intelectualmente, dependendo do hábito alimentar.

Adicionalmente, a alimentação saudável envolve a escolha de alimentos não somente para manter o peso ideal, mas também para garantir uma saúde plena. As dietas são rotinas alimentares que buscam atingir um determinado objetivo, e nem sempre vão ao encontro de conceito de alimentação saudável.

Cuidado com alimentos light

Alguns deles podem ser perigosas armadilhas para a sua saúde, veja alguns exemplos a seguir:

Adoçantes artificiais
Estudos recentes apontam que o consumo de adoçantes artificiais está diretamente ligado à obesidade.

Refrigerante light
A bebida pode causar aumento de peso, além de retenção líquida e aumento da pressão arterial.

Pão integral
O resultado disso? Abdômen estufado, aumento da gordura na região abdominal e obesidade.

Margarina
Extremamente calórica, a margarina é rica em gorduras trans, que causam obesidade.

Leite desnatado
Alimento light, perigosa armadilhaApesar de possuir 30% menos calorias que o leite comum, nesse tipo de leite já foram encontradas água sanitária, soda cáustica, formol, bicarbonato sódico, hormônios esteróides e antibióticos.
Essa mistura pode causar obesidade, mal de Alzheimer, Parkinson, câncer, alergias respiratórias e da pele.

Molho light para salada
Quem não gosta de salada acaba usando este recurso para conseguir incluir um pouco de verde na dieta. No entanto, vale lembrar que apesar de ter menos gordura do que a versão normal, são ricos em sódio.
Quem não gosta de salada, termina “mascarando” o sabor com esses molhos industrializados, que podem ser a base de iogurte, parmesão, mostarda e mel… é claro que eles possuem um pouco menos de gordura que o tradicional, mas são altamente ricos em sódio. Então, se é pra ter uma alimentação saudável, não vá nesses molhos! Consuma o azeite ou vinagre de maçã no lugar deles, e a garantia dos resultados será maior.

Barras de cereal light
A maioria das barras de cereal contém glúten, açúcar ou adoçante artificial em abundância na sua composição. Especialistas afirmam que elas são uma verdadeira bomba calórica e quase não possuem as fibras prometidas no rótulo.
A principal vantagem da barra é o teor de fibras, porém, algumas além de quase não conter fibras tem ingredientes calóricos como o chocolate por exemplo.

Sopa de saquinho light
Apesar de se mostrarem uma ótima alternativa para quem está sem tempo e quer ingerir algo leve, essa é outra armadilha da qual os especialistas recomendam fugir. Em geral são ricas em sódio e recomenda-se consumo eventual.
Dentro do saquinho têm vegetais desidratados, mas para conservar tudo aquilo a temperatura ambiente a quantidade de sódio acrescentada é enorme! Então, sopa precisa ser feita em casa! Se não tiver tempo, uma tapioca no jantar é muito bem vinda, mas fuja das sopas de saquinho se quiser ser saudável.
Alimentos impróprios para saúde 
Cream Cracker light
Quem já pensou que comer cream craker é bem melhor que comer pão? Saibam que é praticamente a mesma coisa! A diferença é que a bolacha perde água durante o processo de fabricação, por isso fica mais “sequinha”, dando a impressão de ser menos calórica, mas nada disso… até as lights devem ser evitadas. Saiba que 1 pão francês equivale a 3 cream crackers light.

Suco light industrializado
Corante, acidulante e sódio são a base desse líquido que de “suco” não tem nada! Melhor evitar consumir, e se a correria do dia a dia pedir algo prático, a solução é a fruta ou uma barra de cereal mesmo. (Carol Cortez e Novidade Tecnologia)

Shakes light industrializados
Shakes industrializados que substituem refeições podem ser usados esporadicamente como plano emergencial, porém apesar de apresentarem uma grande quantidade de vitaminas em sua tabela nutricional, a maioria delas não é digerida pelo nosso organismo. Os shakes também possuem uma quantidade considerável de aromatizantes e conservantes artificiais, os quais devem ser sempre evitados. Além disso, é importante no processo de reeducação alimentar que seu corpo entenda que você está fazendo uma refeição, e mastigar é uma das dicas que mandamos ao cérebro pra que ele se sinta saciado. (Saúde Terra e Natue)

O recomendado por todos os nutricionistas é que se faça uma alimentação saudável e controlada.
Veja parte da entrevista que o Dr. Drauzio Varella fez com a Dra. Sonia Tucunduva, que é professora e pesquisadora da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo

Dieta natural saudável

Drauzio – Qual seria a dieta saudável para evitar a obesidade?

Dieta natural balanceada Sonia Tucunduva – O primeiro requisito é a escolha dos alimentos. A pessoa que faz as compras deve escolhê-los dando preferência aos alimentos naturais. Depois, vêm os cuidados com o preparo, visando à menor perda possível do valor nutritivo. Sou defensora de que arroz e feijão, carne, salada, uma porção de verdura cozida e uma fruta de sobremesa constituem aquilo que se chama de refeição saudável. Isso significa que é preciso comer mais saladas, verduras e frutas naturais. De certa forma, voltamos ao que comiam nossos avós.
Para orientar as pessoas sobre a composição, quantidade e número das refeições, usamos a pirâmide alimentar e introduzimos o conceito de porção. Por exemplo, meia banana equivale a uma porção. Isso torna a dieta flexível e mais adequada para cada indivíduo em particular, porque é sua altura, peso, atividade física e sexo que vão determinar quanto precisa comer. Não dá para falar no geral. A dieta que vai vigorar nos rótulos dos alimentos futuramente e pressupõe o consumo de 2.500kcal pode representar o mínimo necessário para a sobrevivência de algumas pessoas e um exagero para outras.

Drauzio – Essas diferenças individuais é que atrapalham. Normalmente, as orientações que a população recebe são gerais, embora cada organismo se comporte de maneira diferente. Há os magros de ruins, que comem muito e não engordam, e os gordinhos que aumentam logo de peso.

Sonia Tucunduva – Essas diferenças preocupam, especialmente por causa das dietas milagrosas que aparecem a todo instante. As pessoas compram os livros, seguem as instruções à risca e acabam tendo problemas, embora muitas consigam resultados positivos num primeiro momento. No entanto, como essas dietas não propõem mudança do comportamento, gradativamente as pessoas retomam os hábitos alimentares antigos e engordam novamente.

Drauzio – Com esse mesmo objetivo, quais alimentos devem ser consumidos com frequência e quais com parcimônia?

Sonia Tucunduva – Damos ênfase ao arroz com feijão, todos os dias, se possível no almoço e no jantar, às verduras cruas e cozidas e às frutas naturais, inteiras ou sob a forma de sucos. O Brasil é um país tropical, com enorme variedade desses alimentos que podem ser encontrados nas feiras, sacolões e mercados. Além disso, é preciso ter calma ao fazer as refeições. Comer faz parte da vida e merece atenção.
Entre os alimentos que devem ser consumidos com parcimônia estão o açúcar e as gorduras. É recomendação da OMS que seu consumo seja diminuído, e não abolido da dieta. Se todos os dias nos esforçarmos para adoçar menos os sucos, o leite e o café, estaremos mudando nossos hábitos alimentares e consumindo menos açúcar.
(Site www.fsp.usp.br e www.drauziovarella.com.br)

Para ter uma alimentação saudável, é importante consumir diferentes tipos de alimentos e nutrientes.
Alimentação saudável é uma dieta composta de proteínas, carboidratos, gorduras, fibras, cálcio e outros minerais, como também, rica em vitaminas. É uma dieta variada, possui todos os tipos de alimentos, sem abusos e também sem exclusões. Essa dieta também constitui na variação dos tipos de cereais, de carnes, de verduras, legumes e frutas, alternando as cores dos alimentos. As vitaminas e minerais é que dão as diversas colorações aos alimentos.

Alimentos saudáveis naturais

Abraços e muita paz!

Alimento Light Versus Alimento Natural Alimento Light Versus Alimento Natural Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on junho 08, 2015 Rating: 5
Nenhum comentário: