Devemos ser idealistas ou pragmáticos?

Idealistas ou pragmáticos?
Na vida cotidiana devemos ser idealistas ou pragmáticos? Qual a melhor solução para uma vida eficiente? Para saber a resposta precisamos conhecer alguns conceitos filosóficos. É o mistério dos pés no chão e as asas nas nuvens. É manter o equilíbrio entre a razão e os sonhos. A única segurança real que um homem pode ter neste mundo é sua reserva de conhecimento, experiência e habilidade.

Idealismo e pragmatismo

Os idealistas têm um grande foco nas coisas externas do mundo, eles sentem e entendem muito bem o mundo e as outras pessoas. Quem é do tipo de personalidade idealista gosta muito de examinar os fatos, saber o motivo pelo qual as coisas acontecem, gostam de examinar as pessoas e as situações.

Por outro lado, os pragmáticos são pessoas com o hábito de ter suas ações, atos e atitudes frente à vida, baseados na verdade absoluta, na praticidade das soluções, de forma que seja sempre o mais objetivo e simples possível.

Realidade ou sonhos?

O idealista olha para a outra margem do rio e o pragmático constrói a ponte, esse é o momento em que o idealismo se encontra com o pragmatismo e um precisa do outro. O líder idealista têm as visões do futuro; o pragmático cria as condições para tornar a visão realidade… (Eugenio Mussak)

O pragmatismo aborda o conceito de que o sentido de tudo está na utilidade, ou efeito prático, que qualquer ato, objeto ou proposição possa ser capaz de gerar. Uma pessoa pragmática vive pela lógica de que as ideias e atos de qualquer pessoa somente são verdadeiros se servem à solução imediata de seus problemas. Nesse caso, toma-se a verdade pelo o que é útil naquele momento exato, sem consequências.

Todas as decisões tomadas pelas pessoas têm origem nos seus valores e objetivos. As pessoas podem ter muitos objetivos e valores diferentes; fama, lucro, amor, sobrevivência, diversão e liberdade são apenas alguns dos valores que uma pessoa correta pode ter. Quando o objetivo é uma questão de princípio, nós chamamos a isso idealismo.

O obscurecimento gradual dos tempos em que vivemos levou a filosofia a perder sua luz e se converter num jogo dialético, num exercício retórico e racional que não encontra aplicação fora de sua própria sistematização. (Federico Gonzalez)

Na vida cotidiana seria bom adotar o princípio idealista pragmático, isto é, fazer uso do equilíbrio entre essas duas personalidades. É difícil manter este equilíbrio, mas seria a fórmula ideal para uma vida com eficiência. É o mistério dos pés no chão e as asas nas nuvens. Não basta adquirir sabedoria, é preciso usá-la.

Princípios da eficiência 

Eficiência para viver melhorNão tema o futuro nem idolatre o passado. O insucesso é apenas uma oportunidade de começar de novo com mais inteligência. O passado só nos serve para mostrar nossas falhas e fornecer indicações para o progresso no futuro. O fracasso é a oportunidade de recomeçar de novo inteligentemente.

Idealista é uma pessoa que ajuda as outras pessoas a serem prósperas.
Se há algum segredo de sucesso, ele consiste na habilidade de aprender o ponto de vista da outra pessoa e ver as coisas tão bem pelo ângulo dela como pelo seu.

Não encontre um defeito, encontre uma solução.
Obstáculos são aquelas coisas assustadoras que você vê quando desvia seus olhos de sua meta.

Reunir-se é um começo, permanecer juntos é um progresso, e trabalhar juntos é sucesso.

A única segurança real que um homem pode ter neste mundo é uma reserva de conhecimento, experiência e habilidade.
Se todos estão indo adiante juntos, então o sucesso encarrega-se de si mesmo.

Pensar é o trabalho mais pesado que há. Talvez seja essa a razão para tão poucos se dedicarem a isso.
(Henry Ford)


Superioridade do sonho com ação

Para se ter um relacionamento humanamente possível, além do idealismo com ação, é necessário dominar a arte e a ciência da diplomacia imparcial, que todos deveriam ter. (Ivan Teorilang)

A coragem é ser ao mesmo tempo, e qualquer que seja a situação, um prático e um filósofo.
(Jean Jaurès)

Seja idealista nos seus sonhos, busque o que realmente lhe faça feliz.
Seja luz pela brisa em dia sereno ou seja infinito no amanhecer em um dia especial.
Tenha paz em sentimentos na plenitude que honre a razão.
Tenha certeza da vida como uma louca paixão, pois o amor é luz que ilumina o coração. (Julio Aukay)

Superioridade do sonhador

Abraços e muita paz!

Devemos ser idealistas ou pragmáticos? Devemos ser idealistas ou pragmáticos? Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on maio 15, 2015 Rating: 5
Nenhum comentário: