A vida e a eterna aventura do existir

A grande aventura de existir
A vida é a eterna aventura do existir, é uma aventura aberta e misteriosa. Uma aventura fabricada pelas escolhas, onde o nosso destino é a evolução no sentido mais próximo da perfeição. Uma aventura onde não podemos apenas existir, é preciso ser luz e agir na transformação para o melhor, pois o homem sábio é um criador de valores que não existem e que ele faz existir. Como relata Hammarkskjod, "Não escolhemos a forma do nosso destino, mas podemos dar-lhe conteúdo. O que procura aventura encontrá-la-á, à medida da sua ação e coragem".

Na grande aventura de viver, a maior parte da nossa vida é uma série de imagens. Elas passam pela gente como cidades numa estrada, mas algumas vezes, um momento se congela, e algo acontece. E nós sabemos que esse instante é mais do que uma imagem. Sabemos que esse momento, e todas as partes dele irão viver para sempre. (Mark Schwahn)

A grande aventura do existir

Eis-me aqui, na grande aventura de viver. Nada tenho nos bolsos, nada trago comigo: Meus pertences são etéreos.
Descubro a cada passo nesta misteriosa jornada que não sou dono do caminho!
Só o que tenho, é a caminhada!
Tudo se alterna e se transforma tal qual a lua nas fases que se sucedem no eterno ciclo do existir.
Pobre daquele que não aprende transformar-se e sendo melhor, redimir-se de todo o silêncio de seu coração.
Afortunado é aquele que apreende de si o que lhe falta e buscando de si se completa.
Encontrando em cada raio de luz, a certeza da estrada. (Mustafá Ali Kanso – 1285)

Destino da vida é a evolução

A alma dos diferentes é feita de uma luz além. Sua estrela tem moradas deslumbrantes que eles guardam para os pouco capazes de os sentir e entender. E, nessas moradas estão tesouros da ternura humana. De que só os diferentes são capazes. (Artur da Távola)

Destino da Estrada da Luz

A vida é como uma estrada, onde viajamos com destino à perfeição. Cada pessoa percorre um caminho particular, onde o final é sempre o mesmo.

Se sua estrada é acidentada, cheia de abismos, de curvas e obstáculos, e a de outros é tranquila, reta e sem dificuldades, não inveje a estrada alheia.
Siga em frente com paciência, calma e vigilância.

Supere os obstáculos, desvie dos abismos e faça as curvas com segurança.
Lembre-se, porém, que as estradas retas e tranquilas sempre são enfadonhas e monótonas e, geralmente, os viajantes deste caminho privilegiado costumam acomodar-se. (Narciso L. M. Machado)

O Caminho da Luz 

Estava um homem de grande sabedoria a passear por estreita rua, quando uma criança perguntou-lhe: - Moço, como eu posso ser a luz do mundo, se sou tão pequeno?

A Luz do MundoO homem respondeu: - Vou-lhe mostrar... Arranje-me uma caixa com fósforos. O menino rapidamente entrou em sua casa e trouxe-lhe a caixa.

Disse então o homem: - Imagine que você é esse fósforo – o homem então acendeu o fósforo – se você encostar este fósforo aceso em um outro fósforo apagado o que irá acontecer?

O menino sem entender respondeu: - Irá acender o outro fósforo. - E se eu encostar outro fósforo, ele irá acender? - Sim – respondeu o menino.

O homem então concluiu: - Você é o fósforo aceso, isto é, a luz do mundo.
Os fósforos que eu encostei no fósforo aceso, são as pessoas a sua volta.  Perceba que quando eu encostei o fósforo apagado no aceso este imediatamente acendeu.

Não importa o tamanho ou idade das pessoas todos podemos e devemos ser a luz do mundo, pois essa “luz” funciona da mesma forma que o fósforo aceso, ele passa a sua chama para todos que estão próximos dele. (Joseph J. Mazzella)

Ser luz do mundo começa com a prática do amor.
O amor vive de repetição. Cada um de nós tem, na existência, no mínimo uma grande aventura. O segredo da vida é reeditar essa aventura sempre que seja possível. (Oscar Wilde)

Descobri que o mais alto grau de paz interior decorre da prática do amor e da compaixão. Quanto mais nos importamos com a felicidade de nossos semelhantes, maior o nosso próprio bem-estar. Ao cultivarmos um sentimento profundo e carinhoso pelos outros, passamos automaticamente para um estado de serenidade. Esta é a principal fonte da felicidade. (Dalai Lama)

A Luz começa com o Amor
Ser Anjo no mundo de hoje não significa outra coisa senão trazer a luz da diferença. (Padre Fábio de Melo)

Abraços e muita paz!

A vida e a eterna aventura do existir A vida e a eterna aventura do existir Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on maio 24, 2015 Rating: 5
Nenhum comentário: