Por que a vida oferece tanto sofrimento?

Por que sofremos tanto na vida?
Por que a vida nos oferece tanto sofrimento no decorrer do caminho? A vida está sempre exigindo mais e mais. Todos nós passamos por este caminho inevitável do sofrimento, todos nós enfrentamos constantemente os cotra-tempos que a vida nos oferece, mas também sofremos por situações que nós mesmos criamos, sofremos muitas vezes por aquilo que não precisamos, mesmo possuindo tudo que necessitamos. Sofremos por todas as aventuras que sonhamos e nunca chegamos a experimentar. Sofremos porque talvez esta seja a única forma de purificar, elevar o espírito e promover o amadurecimento.

Também sofremos por amor.

Às vezes sofremos bastante por tentar encontrar alguém que respeite nossos sentimentos, que nos dê atenção e carinho, e que saiba dar valor ao que somos. Se agirmos com impulsividade demais, podemos quebrar a cara muitas vezes. Se nos retraímos, podemos deixar pessoas maravilhosas escaparem... O amor tem seus caprichos, mas uma coisa, cedo ou tarde, é bom que tomemos ciência: de que o importante não é que encontremos alguém que nos ame de verdade, mas que nos amemos profundamente! Por que todas as pessoas poderão passar por nossas vidas, mas nós... ah, nós seguiremos em frente! E amando intensamente! (Augusto Branco)

Sofremos pelos sonhos perdidos

Sofremos pelos sonhos perdidos.

Definitivo, como tudo o que é simples. Nossa dor não advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.
Sofremos por quê? Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter tido juntos e não tivemos, por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado, e não compartilhamos. Por todos os beijos cancelados, pela eternidade.
Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um amigo, para nadar, para namorar.
Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.
Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada.
Sofremos pelo irrealizadoSofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam, todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.
Por que sofremos tanto por amor? O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável, um tempo feliz.
Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um verso: Se iludindo menos e vivendo mais!
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade.
A dor é inevitável. O sofrimento é opcional... (Martha Medeiros)

Por que sofremos tanto?

Nem sempre dá para saber porque sofremos tanto. A explicação mais próxima que resulte em um leve conforto é que ele, o sofrimento, sempre vem para promover o nosso crescimento.
São tempos de tratamento para alcançarmos maturidade e fé, mas isto não explica tudo e, existencialmente, resolve quase nada.
A grande verdade é que dificilmente entenderemos porque Deus faz algumas coisas que não aceitamos. Mas o único jeito de vencer, superar as crises da vida e da fé, encontrar provisão e abrigo certo, é render-se ao amor que Ele mesmo já nos ofereceu na Eternidade, antes da fundação dos mundos. (Pablo Massolar)

Fuga do sofrimento

Sofremos por quê? Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas. (Carlos Drummond de Andrade)

Abraços e muita paz!

Por que a vida oferece tanto sofrimento? Por que a vida oferece tanto sofrimento? Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on fevereiro 04, 2015 Rating: 5
Nenhum comentário: