Onde há fumaça... nem sempre há fogo...

As discussões inflamam a vida
As discussões inflamam a convivência pacifica entre as pessoas. Onde há fumaça, nem sempre há fogo, mas houve. As discussões infundadas devem ser evitadas, principalmente quando partem de ataques e contendas irracionais, não levam a nada, inflamam a vida e muitas vezes machucam muito, causando feridas irreparáveis. Algumas vezes, acabam com o fim do relacionamento entre as pessoas envolvidas.
É sempre bom evitar as discussões insensatas, nos momentos calorosos e irracionais, um bom conselheiro é o silêncio, muitas vezes ele é a melhor resposta, e aqui cabe muito bem o velho ditado, quando um não quer, dois não brigam e nem discutem. É muito melhor se fazer de mudo e surdo do que alimentar uma discussão estúpida e sem nenhum fundamento. A melhor forma de vencer uma discussão é evitá-la.

As palavras em discussões e brigas

Cuidado com as palavras pronunciadas em discussões e brigas, que revelem sentimentos e pensamentos que na realidade você não sente e não pensa... Pois minutos depois, quando a raiva passar, você delas não se lembrará mais... Porém, aquele a quem tais palavras foram dirigidas, jamais as esquecerá... (Charles Chaplin)

Evite longas discussões infundadas

Evite as longas discussões infundadas

Evita as longas discussões, sobretudo com pessoas dispersas, que juntam argumentos sobre argumentos, sem ordem e, sem disciplina, misturando juízos apenas de gosto com algumas pseudo ideias mal formadas e mal assimiladas. Evita essas discussões que não são em nada benéficas. Se não for possível conduzir o colóquio com alguém em boa ordem, segundo boa lógica, cuidadosa e bem organizada, é preferível que te calas. Sempre sê disciplinado no trabalho mental. Essa é a regra importante, e nunca ceder às vagabundagens do pensamento em conversas diluídas, dispersas, em que se fala de tudo e não se fala de nada. (Mário Ferreira dos Santos)

Afaste-se das contendas irracionais

Nunca se viu contenda que não fosse precedida de murmurações inferiores. É hábito antigo da leviandade procurar a ingratidão, a miséria moral, o orgulho, a vaidade e todos os flagelos que arruínam almas neste mundo para organizar as palestras das sombras, onde o bem, o amor e a verdade são focalizados com malícia.
Coração em chamasQuando alguém comece a encontrar motivos fáceis para muitas queixas, é justo proceder a rigoroso auto-exame, de modo a verificar se não padecendo da terrível enfermidade das murmurações.
Os que cumprem seus deveres, na pauta das atividades justas, certamente não poderão cultivar ensejo a reclamações.
É indispensável conservar-se o discípulo em guarda contra esses acumuladores de energias destrutivas, porque, de maneira geral, sua influência perniciosa invade quase todos os lugares de luta do Planeta.
É fácil identificá-los. Para eles, tudo está errado, nada serve, não se deve esperar algo melhor em coisa alguma.
Seu verbo é irritação permanente, suas observações são injustas e desanimam.
Lutemos, quanto estiver em nossas forças, contra essas humilhantes atitudes mentais. Confiados em Deus, dilatemos todas as nossas esperanças, certos de que, conforme asseveram os velhos Provérbios, o coração otimista é medicamento de paz e de alegria. (Emmanuel)

Faça uso da paciência nas discussões

Fica longe das discussões e evitarás o pecado, porque o homem colérico atiça a discussão. (Bíblia)
A paciência faz contra as ofensas o mesmo que as roupas fazem contra o frio; pois, se vestires mais roupas conforme o inverno aumenta, tal frio não te poderá afetar. De modo semelhante, a paciência deve crescer em relação às grandes ofensas; tais injúrias não poderão afetar a tua mente. (Leonardo da Vinci)

Vencer a discussão é evitá-la 
No meio da confusão, encontre a simplicidade. A partir da discórdia, encontre a harmonia. No meio da dificuldade reside a oportunidade. (Albert Einstein)
A única forma de vencer uma discussão é evitá-la. (Carnegie)

Abraços e muita paz!


Onde há fumaça... nem sempre há fogo... Onde há fumaça... nem sempre há fogo... Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on fevereiro 15, 2015 Rating: 5
Nenhum comentário: