Os maravilhosos benefícios da graviola

Benefícios medicinais da graviola
São inúmeras as propriedades e benefícios medicinais da planta graviola. Acredita-se que quase toda a planta possui propriedades medicinais, incluindo suas folhas, frutos, sementes, cascas e raízes. Ultimamente tem sido muito difundido o seu uso para o combate de diversos tipos de câncer. Já existem algumas pesquisas e estudos norte americano indicando que vários princípios ativos da graviola matam células cancerígenas em alguns tipos de câncer, tais como: mama, ovário, cólon, próstata, fígado, pulmão, pâncreas e linfomas. Os benefícios da graviola já são usados há centenas de anos pelos índios e caboclos para o combate de várias doenças, como: enfermidades cardíacas, asma, fígado e artrite. Mas muitos indicam o seu uso para várias enfermidades.

Graviola e os seus benefíciosA graviola (Annona muricata) é uma planta originária das Antilhas, onde se encontra em estado silvestre.
Nos Andes do Peru, a folha é tradicionalmente usada como chá no tratamento de catarro excessivo. As sementes têm ação antiparasitária, as raízes e as folhas eram utilizadas para diabetes; no Brasil, tornou-se subespontânea na Amazônia. Prefere climas úmidos e baixa altitude.
Popularmente é conhecida como, araticum de comer, araticum do grande, araticum manso, araticum, jaca, jaca de pobre, coração, coração de rainha, jaca do Pará, jaqueira mole.
A graviola é uma árvore de pequeno porte (atinge de 4 a 6 metros de altura) e encontrada em quase todas as florestas tropicais, com folhas verdes brilhantes e flores amareladas, grandes e isoladas, que nascem no tronco e nos ramos. Os frutos têm forma ovalada, casca verde-pálida, são grandes, chegando a pesar entre 750 gramas a 8 quilogramas e dando o ano todo. (Wikipédia)
É conhecida como guanábana nos países da América do Sul, exceto no Brasil, onde é chamada popularmente de graviola.

Propriedades da graviola
Acredita-se que quase toda a planta possui propriedades medicinais, incluindo suas folhas, frutos, sementes, cascas e raízes. A graviola é uma planta muito utilizada ao longo dos tempos na medicina alternativa, sobretudo por tribos indígenas ao longo de toda a Floresta Amazônica e parte do Caribe (América Central). No Brasil, o chá da folha de graviola é utilizado no combate de problemas hepáticos e o óleo das folhas e da fruta verde, misturado com azeite de oliva, é utilizado para aliviar dores de reumatismo e artrite.

No Peru, o chá das folhas é usado para aliviar a inflamação das membranas mucosas (excesso de catarro) e as sementes para combater parasitas. Já no Caribe, o suco da fruta, além de eliminar parasitas, é usado para aliviar febre e diarreia. No Peru, Guianas e em alguns países da América Central, a planta é utilizada para reduzir a hipertensão arterial e acalmar o coração.

Os benefícios da graviola

Benefícios da graviola:
Vários medicamentos preparados a partir da graviola são utilizados na medicina popular para combater células cancerígenas, bactérias, parasitas e vírus, além de retardar o crescimento de tumores, aliviar a depressão, reduzir espasmos, pressão arterial e febre, estimular a digestão e dilatar vasos sanguíneos. Também serve para: artrite, asma, abscesso, catarro, cólica, diabetes, diarreia, depressão, hipertensão, inflamação, insônia, verme, reumatismo, problemas no aparelho digestivo (gastrite e úlcera), obesidade, prisão de ventre, doenças hepáticas, enxaqueca, gripe, colesterol alto, nevralgia, emagrecer e câncer.
As folhas da graviola, assim como a fruta, também possuem propriedades diuréticas, eliminando várias toxinas do corpo pela urina e diminuindo a retenção de líquidos pelo corpo (O que ajuda no emagrecimento). Seu chá também funciona como sedativo, antiespasmódico, expectorante, adstringente e anti-inflamatório.

Um estudo animal realizado no Departamento Farmacêutico da Faculdade de Farmácia e Bioquímica da Universidade Federal de Juiz de Fora, publicado em 2010, sugeriu que a graviola (Annona muricata) pode ser uma fonte ativa de substâncias anti-nociceptivas (reduz o número de contorções abdominais) e anti-inflamatórias, obtidas através do extrato das folhas da planta. Outro estudo, realizado na Índia em 2007, sugeriu que os extratos de Annona muricata possuem potente atividade antioxidante, sendo uma boa opção natural para combater os radicais livres, aumentando sua atividade terapêutica.
Cápsulas de graviolaA graviola atualmente é uma planta muito popular na culinária. Várias receitas utilizam como ingrediente principal a planta, que possui frutos muito aromáticos, com carne branca e suculenta. Os frutos maduros são altamente perecíveis, frágeis e facilmente danificáveis. Muito presente em sorvetes e iogurtes, o néctar de graviola melhora a qualidade total do produto, agregando valores substâncias de fósforo, zinco, cálcio e bons níveis de proteína a dieta. O fruto também é rico em carboidratos, especialmente frutose. Contém vitamina B1, B2 e C.

Benefícios da graviola contra o diabetes.
Atividades anti-hiperglicêmicas da graviola foram sugeridas em um estudo realizado na Universidade Obafemi Awolowo (Nigéria), o que indica que a Anonna muricata pode auxiliar no tratamento de pacientes com diabetes. Neste estudo, realizado em animais de laboratório, foi sugerido que o extrato de graviola possivelmente aumenta os níveis de insulina e antioxidantes endógenos. Apesar de tantas indicações medicinais, o FDA (Food and Drug Administration), órgão regulamentador nos Estados Unidos, aprovou a graviola para uso apenas para apoiar a função imunológica.

Chá de folhas de graviola. 
O chá da folha da graviola é indicado para centenas de doenças, dentre elas, artrite, asma, bronquite, colesterol, coração, diabetes, diarreia, febre, gripe, hipertensão, nevralgia e reumatismo, e bastante usada em dietas de emagrecimento.

Como fazer o chá de folhas de graviola.
Chá de graviolaEscolha seis folhas da graviola e ponha em um recipiente de vidro que comporte um litro de água. Ferva a água e deposite no recipiente com as folhas, abafando para que fique em infusão por quinze minutos. Passando esse tempo, coe e beba. Se preferir, adoce com uma colher rasa de chá de mel. Para melhorar a digestão, tome três xícaras da bebida por dia. Lembre-se de que não é ideal guardar as sobras do chá para o dia seguinte, beba tudo no mesmo dia que o fez.

Propriedades da graviola contra o câncer
Há várias décadas a graviola tem sido alvo de estudos acerca de suas possíveis propriedades anticancerígenas e antitumorais, no entanto, ainda nenhuma pesquisa se mostrou totalmente conclusiva quanto aos benefícios da graviola no combate ao câncer. A planta possui compostos químicos conhecidos como acetogeninas, produzidas no tronco, na fruta e sementes da planta. O grande interesse dos cientistas na acetogenina se deve ao comportamento tóxico da substância para com as células de câncer, tendo ação mínima em células saudáveis. No entanto, apesar de alguns resultados preliminares, as pesquisas não avançaram suficientemente neste sentido. 
Alguns testes em animais puderam comprovar que o chá das folhas de graviola combatem células cancerígenas, no entanto o uso ainda não foi evidenciado nos humanos. Isso acontece por causa do princípio ativo acepitamina, que é anticancerígeno. Apesar dessa propriedade, o ativo se dispersa muito rapidamente e os laboratórios ainda não foram capazes de sintetizá-lo. Vale lembrar que, se o oncologista aprovar, não faz mal beber o chá e, quem sabe, ter novidades positivas.

Contraindicações e efeitos colaterais da graviola.
A graviola não deve ser utilizada durante a gravidez. Pessoas com pressão baixas devem apenas consumir a graviola com devida supervisão médica, vez que a planta possui atividade vasodilatadora, hipotensora e cardiodepressora. O uso prolongado da graviola pode fortalecer bactérias no trato-digestivo, vez que a planta possui atividade antimicrobiana. A suplementação com alimentos probióticos é aconselhável neste caso. O consumo em excesso pode causar náuseas, sonolência e vômitos em algumas pessoas.
(Fontes:  Departamento Farmacêutico, Faculdade de Farmácia e Bioquímica, Universidade Federal de Juiz de Fora, Martelos, Juiz de Fora, MG, Brasil e Department of Anatomy and Cell Biology, Obafemi Awolowo University, Il-Ife, Nigeria.

Graviola em sucoSuco do fruto da graviola.
Por ele ser um fruto rico em vitaminas e fibras, o suco de graviola é muito benéfico para a saúde. Inclua-o em sua dieta semanal e não apenas estará consumindo mais nutrientes, mas também fortalecendo e cuidando da saúde de seu corpo.

Veja alguns depoimentos sobre cura e opiniões sobre o uso da graviola aqui neste artigo:

Os maravilhosos benefícios da graviola Os maravilhosos benefícios da graviola Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on janeiro 15, 2015 Rating: 5
8 comentários:
  1. Eloiza Martins De Oliveira Miranda · Quem mais comentou · Faculdade "Auxilium" de Filosofia, Ciências e Letras de Lins
    Estas frutas são presente de DEUS para Humanidade. Obrigada pelas informações ão úteis. Vou procurar fazer mais uso deste tesouro em forma de planta.Tenha sempre seu coração em Paz,... para que possa ver a beleza em todos lugares!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida amiga Eloiza Martins De Oliveira Miranda!!!
      Sim, querida amiga, são presentes de Deus para a humanidade.
      Que bom que gostou das informações, fico muito feliz com seu carinho e participação, valeu!!!
      Abraços e muita paz!!!

      Excluir
  2. Para quem tem asma funciona mesmo? E as cápsulas servem mesmo e fazem o efeito esperado ou somente as folhas da árvore?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida amiga Rô!!!
      Querida amiga, acredito que funciona, pois ela também serve para: artrite, asma, abscesso, catarro, cólica...
      Sim, as cápsulas também servem, mas muitos não gostam de ingerir remédios processados, preferem o consumo das proprias folhas.
      Obrigado, fico muito feliz com sua presença e participação, valeu!!!
      Feliz Páscoa!!!
      Abraços e muita paz!!!

      Excluir
  3. Para quem tem asma funciona mesmo? E as cápsulas servem mesmo e fazem o efeito esperado ou somente as folhas da árvore?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida amiga Rô!!!
      Querida amiga, acredito que funciona, pois ela também serve para: artrite, asma, abscesso, catarro, cólica...
      Sim, as cápsulas também servem, mas muitos não gostam de ingerir remédios processados, preferem o consumo das proprias folhas.
      Obrigado, fico muito feliz com sua presença e participação, valeu!!!
      Feliz Páscoa!!!
      Abraços e muita paz!!!

      Excluir
  4. Jorge Marcos · João Pessoa
    Vamos tentar sair da farmacia usando remedio caseiro.mais tenha cuidados no preparo da erva pois tudo demais é veneno.
    Curtir · Responder · Moderado · Publicly Visible · Deixar de seguir a publicação · 27 de março às 07:59

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, caro Jorge Marcos!!!
      Verdade, caro amigo, mesmo se tratando de ervas é preciso mu8to cuidado.
      Obrigado, fico muito feliz com sua presença e participação, valeu!!!
      Feliz Páscoa!!!
      Abraços e muita paz!!!

      Excluir