Vida real e o submundo do sonho alheio

Vida real e o submundo
Podemos escolher seguir a vida real ou aventurarmos pelo submundo do sonho alheio. Os sonhos são uma tênue linha entre o mundo real e o submundo do anonimato mental. Muitos vivem em uma prisão imaginária, são prisioneiros de suas próprias escolhas, pois decidem e se limitam viver a vida e o sonho alheio. Nunca se afaste de seus sonhos. Porque se eles se forem, você continuara vivendo, mas terá deixado de existir. Ninguém consegue viver totalmente feliz vivendo a vida alheia. Seria como viver em um submundo mental irreal, renúncia da própria existência.
O objetivo da vida é o desenvolvimento próprio, a total percepção da própria natureza, é para isso que cada um de nós vem ao mundo. 

Construa o seu caminho, ele é único.

Ninguém pode construir em teu lugar as pontes que precisarás passar, para atravessar o rio da vida.
- Ninguém, exceto tu, só tu.
Existem, por certo, atalhos sem números, e pontes, e semideuses que se oferecerão para levar-te além do rio; mas isso te custaria a tua própria pessoa; tu te hipotecarias e te perderias. 
Existe no mundo um único caminho por onde só tu podes passar, segue-o! (Friedrich Nietzsche)
Também não podemos forçar ninguém a viver segundo as nossas escolhas ou nossos sonhos.
Influenciar uma pessoa é dar-lhe a nossa própria alma. O indivíduo deixa de pensar com os seus próprios pensamentos ou de arder com as suas próprias paixões. As suas virtudes não lhe são naturais. Os seus pecados são tomados de empréstimo. Torna-se o eco de uma música alheia, o ator de um papel que não foi escrito para ele. O objetivo da vida é o desenvolvimento próprio, a total percepção da própria natureza, é para isso que cada um de nós vem ao mundo. (Oscar Wilde) 

Respeite os limites de cada um.

Se você não consegue lidar com os limites dos outros, é porque você não consegue lidar com os seus limites. A rejeição é um processo de ver-se.
Toda vez que eu quero buscar no outro o que me falta, eu o torno um objeto. Eu posso até admirar no outro o que eu não tenho em mim, mas eu não tenho o direito de fazer do outro uma representação daquilo que me falta. Isso não é amor, isso é coisa de criança.
O anonimato é um perigo para nós. É sempre bom que estejamos com pessoas que saibam quem somos nós e que decisões nós tomamos na vida. É sempre bom estarmos em um lugar que nos proteja. 
Amar alguém é viver o exercício constante, de não querer fazer do outro o que a gente gostaria que ele fosse. A experiência de amar e ser amado é acima de tudo a experiência do respeito.
Como está a nossa capacidade de amar? Uma coisa é amar por necessidade e outra é amar por valor. Amar por necessidade é querer sempre que o outro seja o que você quer. Amar por valor é amar o outro como ele é, quando ele não tem mais nada a oferecer, quando ele é um inútil e por isso você o ama tanto. Na hora em que forem embora as suas utilidades, você saberá o quanto é amado!
Tudo vai ser perdido, só espero que você não se perca. Enquanto você não se perder de si mesmo você será amado, pois o que você é significa muito mais do que você faz!
O convite da vida cristã é esse: que você possa ser mais do que você faz! (Padre Fábio de Melo) 

Siga seus sonhos e seu coração.

Nunca se afaste de seus sonhos, pois se eles se forem, você continuara vivendo, mas terá deixado de existir. (Charles Chaplin)
Não deixe o barulho da opinião dos outros abafar sua voz interior. E mais importante, tenha a coragem de seguir seu coração e sua intuição. Eles de alguma forma já sabem o que você realmente quer se tornar. Tudo o mais é secundário. (Steve Jobs)
Descubra sua própria luz, ou passará o resto da vida sendo um pálido reflexo da luz alheia. (Paulo Coelho)

Mundo dos sonhos irreais

Abraços e muita paz!

Vida real e o submundo do sonho alheio Vida real e o submundo do sonho alheio Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on agosto 15, 2014 Rating: 5
2 comentários:
  1. Eloiza Martins De Oliveira Miranda · Quem mais comentou · Faculdade "Auxilium" de Filosofia, Ciências e Letras de Lins
    Vivemos neste mundo para aprendermos a Amar nossos semelhantes, a Natureza em geral. Nosso progresso moral e Espiritual depende de nossas ações individuais. Como vivemos em comunidade é necessário aceitarmos o outro com sua limitações e diferenças. Que tenhamos sempre respeito pelo alheio. Nosso roteiro são os ensinamentos do Mestre Jesus que a todos amou e respeitou. Muita Luz para VC!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, minha querida amiga Eloiza Martins De Oliveira Miranda!!!!
      Verdade, minha amiga, cada um tem a sua tarefa, tem que seguir a sua vida e todos devemos apoiar e não impor. A ajuda é sempre muito bem vinda, já a imposição é um terror. Também não podemos viver a vida de ninguém, não estamos aqui para imitar e nem copiar.
      Obrigado, minha querida amiga, fico muito feliz com sua presença, com seu comentário, com seu apoio e carinho, valeu!!!
      Tenha uma linda e feliz semana, repleta de muita luz!!!
      Abraços e muita paz!!!

      Excluir