Perder e ganhar faz parte da vida evolutiva

Perder e ganhar faz parte da vida evolutiva
Na vida nunca devemos desistir, nem ganhar, nem perder, mas procurar evoluir, compreender que construir a vida é renunciar a pedaços da felicidade para não renunciar ao sonho da felicidade.

Não queremos perder, nem deveríamos perder: saúde, pessoas, posição, dignidade ou confiança. Mas perder e ganhar faz parte do nosso processo de humanização. (Lya Luft)

Só quem está disposto a perder tem o direito de ganhar. Só o maduro é capaz da renúncia. E só quem renuncia aceita provar o gosto da verdade, seja ela qual for.
O que está sempre por trás dos nossos dramas, desencontros e trambolhões existenciais é a representação simbólica ou alegórica do impulso do ser humano para o amadurecimento.
A forma de amadurecer é viver. Viver é seguir impulsos até perceber, sentir, saber ou intuir a tendência de equilíbrio que está na raiz deles (impulsos). A pessoa é impelida para a aventura ou peripécia, como forma de se machucar para aprender, de cair para saber levantar-se e aprender a andar. É um determinismo biológico: para amadurecer há que viver (sofrer) as machucadelas da aventura e da peripécia existencial. 
Perder ou ganhar, resultado da lutaA solução de toda situação de impasse só se dá quando uma das partes aceita perder ou aceita renunciar (e perder ou renunciar não é igual, mas é muito parecido; é da mesma natureza). Sem haver quem aceite perder ou renunciar, jamais haverá o encontro com a verdade de cada relação. E muitas vezes a verdade de cada relação pode estar na impossibilidade, por mais atração que exista. Como pode estar na possibilidade conflitiva, o que é sempre difícil de aceitar.
Só a renúncia no tempo certo devolve as pessoas a elas mesmas e só assim elas amadurecem e se preparam para os verdadeiros encontros do amor, da vida e da morte. Só quem está disposto a perder consegue as vitórias legítimas.
Amadurecer acaba por se relacionar com a renúncia, não no sentido restrito da palavra (renúncia como abandono), porém no lato (renúncia da onipotência e das formas possessivas do viver).
Viver é renunciar porque viver é optar e optar é renunciar.
Renunciar à onipotência e às hipóteses de felicidade completa, plenitude, etc, é tudo o que se aprende na vida, mas até se descobrir que a vida se constrói aos poucos, sobre os erros, sobre as renúncias, trocando o sonho e as ilusões pela construção do possível e do necessário, o ser humano muito erra e se embaraça, esbarra, agride, é agredido.
Eis a felicidade possível: compreender que construir a vida é renunciar a pedaços da felicidade para não renunciar ao sonho da felicidade.
(Artur da Távola)

A vida me ensinou a nunca desistir
Nem ganhar, nem perder, mas procurar evoluir
Podem me tirar tudo que tenho
Só não podem me tirar as coisas boas que eu já fiz pra quem eu amo
E eu sou feliz e canto e o universo é uma canção e eu vou que vou
História, nossas histórias
Dias de luta, dias de glória.
(Música: Dias de Luta, Dias de Glória. (Charlie Brown Jr)

Toda escolha tem perda
Você pode desistir no caminho, perder ou ganhar.
Mas você tem que tentar antes. (Ana Carolina)
Todas as escolhas têm perda. Quem não estiver preparado 
para perder o irrelevante, não estará apto para conquistar 
o fundamental. – Augusto Cury

Abraços e muita paz!

Perder e ganhar faz parte da vida evolutiva Perder e ganhar faz parte da vida evolutiva Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on fevereiro 19, 2014 Rating: 5
6 comentários:
  1. Edilene Brandão da Silva · Seguindo · Quem mais comentou
    excelente !
    parabens!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, minha querida amiga Edilene Brandão da Silva!!!
      Que bom que gostou da postagem!!!
      Obrigado minha querida amiga, fico muito feliz com sua visita, com seu apoio e principalmente com seu carinho de sempre, valeu Ediamigah!!!
      Tenha um lindo e feliz dia!!!
      Beijos e muita paz!!!

      Excluir
  2. Olá luis.
    Este foi um aprendizado que já mais sera esquecido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, minha querida amiga Bernardete!!!
      Sim, um belo aprendizado, a vida e feita de ganhos e perdas e precisamos aprender a lidar corretamente com elas.
      Obrigado minha querida amiga, fico muito feliz com sua presença, com seu apoio e com o seu carinho, valeu amiga!!!
      Tenha um maravilhoso, feliz e abençoado final de semana!!!
      Abraços co carinho e muita paz!!!

      Excluir
  3. Olá Luis Eduardo Pirollo
    Conheço muitas pessoas cuja vida está paralisada por causa do medo de perder. Passam horas, dias e, às vezes, a vida inteira cultivando o medo de perder algo ou alguém e, quando perdem, gastam ainda mais tempo e energia pensando no que perderam. Normalmente, valorizam muito mais o que perdem do que o que ganham. É o famoso “apego”, que gera muito medo e raiva. A pessoa que não sabe perder simplesmente não vive, ou melhor, vive muito mal. Isso porque perder faz parte da vida, ou seja, é impossível ganhar o tempo todo. E quem tem aversão às perdas passa o tempo todo tentando vigiar e controlar tudo e todos, ficando estressado, o que pode até chegar a uma síndrome do pânico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, meu caro amigo Alfeu!!!
      Verdade meu caro amigo, muitas pessoas deixam de viver por medo de perder. ficam paradas no tempo. Na vida perdemos e ganhamos e precisamos valorizar cada uma delas conscientemente.
      Obrigado meu caro amigo, fico muito feliz com sua presença, com seu rico comentario, com seu apoio e carinho de sempre, valeu amigo!!!
      Tenha um excelente, feliz e abençoado final de semana!!!
      Grande abraço e muita paz!!!

      Excluir