Angústia, quando a alma e o coração viram nada

Angústia, quando a alma e o coração viram nada

Angústia pode ser o desamparo de estar vivo.

A vida perguntou-me: você não acha que há um vazio sinistro em tudo? Há sim. Enquanto se espera que o coração entenda... Quando o mal vem, o peito se torna estreito, e aquele reconhecível cheiro de poeira molhada naquela coisa que antes se chamava alma e agora não é chamada nada. É a falta de esperança na esperança. É conformar-se sem se resignar. Não se confessar a si próprio porque nem se tem mais o quê.
Ou se tem e não se pode porque as palavras não viriam. Não ser o que realmente se é, e não se sabe o que realmente se é, só se sabe que não se está sendo. E então vem o desamparo de se estar vivo. Estou falando da angústia mesmo, do mal. Porque alguma angústia faz parte: o que é vivo, por ser vivo, se contrai. (Clarice Lispector) 

Angústia, sofrimento da alma e do coração
Tantas vezes, tantas, como agora, me tem pesado sentir que sinto – sentir como angústia só por ser sentir, a inquietação de estar aqui, a saudade de outra coisa que se não conheceu, o poente de todas as emoções… Ah, quem me salvará de existir? Não é a morte que quero, nem a vida: é aquela outra coisa que brilha no fundo da ânsia…” (Fernando Pessoa)

O meu mundo não é como o dos outros, quero demais, exijo demais; há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesma compreendo, pois estou longe de ser uma pessoa; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudade… sei lá de quê! (Florbela Espanca)

A ciência poderá ter encontrado a cura para a maioria dos males, mas não achou ainda remédio para o pior de todos: a apatia dos seres humanos. (Helen Keller)

Angústia, estado de espírito complexo
Às vezes pode parecer difícil definir o que é angústia. 
Talvez seja porque é um estado de espírito tão difuso e complexo que o confundimos com outros sentimentos.
Na verdade, se você nunca sentiu um aperto no peito, uma sensação generalizada de apreensão, um gosto amargo na boca, a mente cansada e aflita, realmente fica difícil entender o que seja angústia. 
Nossas cidades estão angustiadas, cheias de apreensão a cada esquina, a cada minuto do dia; um filho que saiu e não voltou, um pai que ainda não chegou do trabalho, um trabalho que pode não existir amanhã, a educação dos filhos no próximo ano, um marido agressivo... Enfim, a vida nos sobrecarrega com fardos muito difíceis de suportar.
A primeira grande barreira que precisamos vencer é admitir quando somos alcançados pela angústia. Muito pior do que viver angustiado é afundar sob o peso da angústia e não reconhecer pelo que se está passando. Não há necessidade de remédio para quem não está doente.
Angústia, livre-se dela com a fé
Certa vez Jesus falou diretamente àqueles que se encontram dominados pela  angústia. Ele disse: "Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo é leve." – Mateus 11:28-30.
A promessa é clara e sem rodeios. Jesus não era um teórico que apenas falava frases bonitas. Ele mesmo era alguém que sabia lidar com a angústia e afirmou que deveríamos aprender como ele sobre mansidão e humildade para assim experimentarmos o tipo de descanso que desfaz a angústia.
O que me consola na minha angústia é isto: que a tua palavra me vivifica. - Salmos 119:50.
(Aristarco Coelho)

A angústia é a disposição fundamental que nos coloca perante o nada.
(Martin Heidegger)

Angústia, Deus é o refúgio...

Abraços e muita paz!!!
Angústia, quando a alma e o coração viram nada Angústia, quando a alma e o coração viram nada Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on novembro 24, 2012 Rating: 5
Nenhum comentário: