A Decisão

Sempre é preciso decidir
Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer, antes que o relógio marque meia-noite.
É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje. 
Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por levarem a poluição. 
Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar as minhas finanças, evitando o desperdício. 
Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo. 
Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido. 
Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalhado.
Posso sentir tédio das tarefas de casa ou agradecer a Deus por ter um teto para morar. 
Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades.
E... Se as coisas não saíram como planejei, posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar.
O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser.
E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma.
Tudo depende de mim. (Charles Chaplin)
Charles Chaplin, além de um grande comediante, ainda legou mensagens que servem para reflexão...

"Usar o poder da decisão lhe dá a capacidade de superar qualquer justificativa para mudar toda e qualquer parte de nossa vida num instante."
(Anthony Robbins) 

"Tomei a decisão de fingir que todas as coisas que até então haviam entrado na minha mente não eram mais verdadeiras do que as ilusões dos meus sonhos."
(René Descartes)

Decida sempre em favor da vida!

A Decisão A Decisão Reviewed by Luis Eduardo Pirollo on setembro 21, 2010 Rating: 5
Nenhum comentário: